OPINIÃO – O contrassenso do GDF com Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Combater a disseminação do coronavirus de formar assimétrica, ou desigual é discriminar

Enquanto em Ceilândia, a população e o setor produtivo sofrem diariamente com uma marcação cerrada e rotineira das operações de constrangimento geral, que segundo o Administrador Regional, Marcelo Piaui, são pedagógicas e de conscientização da população quanto ao despertar para os riscos da Covid-19, no Plano Piloto, origem do coronavírus no DF, especificamente no Eixão, via destaque e aglomerações em Brasília, o Governo do Distrito Federal chama a população para lazer aos domingos e feriados. É ou não é um contrassenso?

Enquanto isso, para Ceilândia a diversão é enviar um conjunto de diversas secretarias e órgãos do GDF para constranger os pequenos e médio empreendedores sufocados pela crise sanitária e econômica que se amplia no país.

Combater a disseminação do coronavírus de forma assimétrica, ou desigual é discriminar. Toda a população está convencida dos riscos e quer ajudar na diminuição da contaminação, mas exige respeito e simetria de tratamento.

Associação Comercial de Ceilândia – ACIC

LEIA TAMBÉM -   GDF reserva 20% das vagas de estágio para negros

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: