Que tal adotar um cãozinho?

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Gerência de Zoonoses tem 15 cachorros aptos para adoção. Para levar um para casa é necessário ter mais de 18 anos e assinar termo de responsabilidade

Agência Brasília

O canil da gerência de Vigilância Ambiental de Zoonoses está com 15 cães aptos para adoção. Todos são machos e adultos, e aguardam por um novo lar. Os cães já passaram por exames para detectar leishmaniose e foram vacinados contra a raiva. Estão todos em condições de serem adotados.

“Para adotar, é necessário apresentar documento de identificação com foto, ter acima de 18 anos e assinar um termo de responsabilidade se comprometendo a cuidar bem do animal”, explica o gerente de Zoonoses, Rodrigo Menna.Também é preciso realizar exames anuais nos animais, aplicar as vacinas necessárias e administrar vermífugo, além de remédio contra pulga, carrapato e repelente de flebótomo, conhecido como mosquito palha, transmissor do parasita da leishmaniose visceral canina.

O cidadão que deseja adotar um bichinho deve comparecer à Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), lote 4, estrada do Contorno Bosque, Noroeste. O horário de visitação é das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira.Orientações

No momento da adoção, o interessado recebe orientações quanto à guarda responsável de animais domésticos e às medidas de prevenção e controle de doenças. Antes de ser doado, cada bichinho fica em observação por dez dias e é vacinado contra a raiva. Os cães também fazem testes para que sejam identificados possíveis casos de leishmaniose.Os especialistas recomendam ainda levar o animal sempre ao médico veterinário para realizar um check-up clínico anualmente, além de imunoprofilaxia para prevenir as doenças infecciosas que acometem cães e gatos. Também devem utilizar coleiras impregnadas com inseticidas que contenham repelentes.

LEIA TAMBÉM -   Medicamentos para intubação estão com estoque no limite, no DF

*Com informações da Secretaria de Saúde

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: