Secretaria retoma licitação para reconstrução do CEM 10 de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Paralisado em março por causa da pandemia, processo prevê recursos de aproximadamente R$ 6,1 milhões

A Secretaria de Educação (SEE) dá continuidade a mais uma licitação importante para a comunidade escolar de Ceilândia: a reconstrução do Centro de Ensino Médio 10 (CEM 10). Serão mais de 3.872,50 m² de área para atender os cerca de 750 estudantes da instituição. Empresas interessadas podem concorrer, conforme estabelece o aviso de abertura publicado na edição desta quinta (25) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O edital de abertura está disponível na página da SEE.

O valor estimado para a contratação é de aproximadamente R$ 6,1 milhões, verba oriunda de recursos do Programa de Trabalho Reforma de Unidades de Ensino Médio da Rede Pública do DF. O prazo de execução é de 360 dias corridos, enquanto a vigência contratual será de 1.440 dias corridos. Caso não haja impugnações ou recursos ao edital de licitação, a obra tem previsão de início para agosto deste ano.

O CEM 10 foi fechado em 2016 por apresentar riscos estruturais. Agora, a escola vai passar por reforma geral, que abrange instalações elétricas e das redes lógica, hidrossanitária, de gás e incêndio, além de troca de telhados e forros, reparos nos pisos e demais revestimentos, pintura geral, instalação de portas de acesso à área externa, construção de escada e instalação de rampa de acesso à quadra poliesportiva, entre outros serviços. A expectativa é que o resultado da licitação seja divulgado no final de julho.

Antes e depois da pandemia

A última licitação, lançada em 10 de março deste ano, precisou ser suspensa devido à pandemia do coronavírus. A SEE, entretanto, definiu o retorno do processo entre as prioridades da rede e decidiu reabrir a Concorrência nº 02/2020.

LEIA TAMBÉM -   GDF cria 'gabinete de crise' para enfrentar avanço do coronavírus em Ceilândia

Antes do decreto de suspensão das aulas, os estudantes do CEM 10 de Ceilândia estavam sendo atendidos em prédio próprio da SEE localizado mesma região. A escola conta com três turnos –  manhã, tarde e noite –, contemplando ainda o público da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Outros serviços previstos para o CEM 10

  • Instalação de guarda-corpos, corrimãos, piso antiderrapante, sinalização e piso tátil
  • Instalação de sanitários acessíveis
  • Elevação do piso do pátio descoberto, a ser nivelado com os demais pisos externos
  • Construção de um castelo d’água
  • Reforma do estacionamento interno
  • Reposição do paisagismo
  • Instalação de bicicletários

* Com informações da SEE

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: