Unidades de ensino adotam medidas de prevenção contra o coronavírus

Unidades de ensino adotam medidas de prevenção contra o coronavírus

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Após o surto de coronavírus ter sido considerado uma pandemia, por atingir inúmeras localidades em quase todo o mundo, algumas ações preventivas começaram a ser adotadas para combater ou minimizar os efeitos do Covid-19.

Especialistas orientam frequentemente o uso de álcool em gel, limpeza das mãos com água e sabão e intensificar hábitos comuns de higiene; evitar coçar o nariz, a boca e os olhos, além de afastar-se de locais públicos e aglomerações.

Em virtude do rápido contágio, o Ministério da Educação (MEC), em parceria com estados e municípios brasileiros, visa adotar estratégias de combate ao coronavírus no setor educacional. O Distrito Federal e o Rio de Janeiro, por exemplo, por meio de decreto publicado em seus respectivos diários oficiais, decidiram suspender as aulas na rede pública e privada.

Já no estado do Mato Grosso do Sul, sem nenhum caso da enfermidade registrado, o sistema de ensino mantém as medidas preventivas, mas sem determinar a suspensão das atividades escolares.

Diferentemente da região Norte do País, a Bahia já tem, até esta segunda-feira (16), nove casos confirmados do Covid-19. Na capital do estado, o prefeito ACM Neto anunciou a suspensão das aulas  a partir desta quarta, 18, em toda rede pública e privada de ensino.

Até o momento, as unidades escolares da rede particular tomam medidas próprias para que os alunos não fiquem em situação vulnerável. É o caso do Colégio Apoio, localizado na região metropolitana de Salvador, na capital baiana, que optou pelo cancelamento das aulas de imediato.

Antes mesmo da suspensão, a unidade de ensino já havia adotado medidas para proteger os alunos. “ O colégio disponibilizou álcool em gel em pontos estratégicos, intensificou o asseio dos locais onde os alunos passam, como corrimões, portas e banheiros e distribuiu panfletos informativos”, explicou André Sacramento, pai de Beatriz, 14 anos, estudante do 9º ano do ensino fundamental.

Na unidade, a rotina segue apenas para os alunos do 3º ano, por causa dos vestibulares e a preparação para os exames anuais, como o Enem. Porém, com medo da pandemia, “somente cerca de 50% da turma tem comparecido”, afirma André.

Parceira do Educa Mais Brasil, a Escola Castelo do Saber, destinada a educação infantil, do berçário ao jardim II, localizada em São Paulo, mantém as atividades durante esta semana, mas o funcionamento será suspenso a partir da próxima segunda, 23 de março.

Priscila Mendes, professora que atua na instituição, falou sobre os principais métodos adotados até o momento para proteger as crianças atendidas. “Eles são pequenos, então precisamos adotar todos os cuidados possíveis e com cautela. Trabalhamos, nesse momento, com palestras, a higiene das mãos deles e também com o álcool em gel”, explica.

A prevenção ao Covid-19 inclui cuidados simples, porém eficazes, que podem ser tomados pela população em geral. Além disso, é importante manter-se informado sobre os estágios da doença e sua evolução.

Fonte: Juliete Neves – Agência Educa Mais Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: