MPDFT e Polícia Civil cumprem mandados de busca no Detran

MPDFT e Polícia Civil cumprem mandados de busca no Detran

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Polícia Civil do DF por meio da Divisão de Repressão à Corrupção e aos Crimes Contra a Administração Pública (DICAP/CECOR) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (PRODEP)deflagraram na manhã de hoje (22/5) a Operação  Blitzkrieg.

O objetivo é apurar crimes relacionados à contratação de manutenção e modernização do sistema de semáforos pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF).

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em repartições do Detran e nas residências de servidores públicos supostamente envolvidos nos ilícitos.

Entre os alvos está o ex-diretor-geral do Detran Fabrício Moura, que deixou o cargo depois que as suspeitas de irregularidades vieram à tona.

Também são alvos o irmão de Fabrício, Felipe Moura, a ex-diretora-adjunta do Detran Ana Cláudia Gnone de Oliveira e o ex-diretor de Engenharia Dawton Roberto Batista Gaia.

As buscas são realizadas no gabinete do direção-geral, na direção de Engenharia e na casa dos investigados.

O Ministério Público do DF abriu investigação depois de receber uma denúncia, embasada por documentos internos do Detran.

O Ministério Público pediu ao Detran cópia do processo que levou à celebração do Contrato Emergencial nº 1/2019. Entre os documentos entregues ao MP estão áudios de supostas conversas relacionadas a uma nova licitação – mais ampla e mais cara.

As buscas visam obtenção de provas que irão subsidiar as investigações em andamento no Ministério Público e na Polícia Civil.

*Por Ana Maria Campos, do CB Poder

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: