Inscrições para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) estão abertas

Inscrições para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) estão abertas

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Ótima oportunidade para quem interrompeu os estudos e quer voltar à sala de aula, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) está com as inscrições abertas. Os interessados podem se matricular entre os dias 19 a 29 deste mês pelo telefone 156, opção 2. Todas as regionais de Ensino irão oferecer a modalidade da educação básica que promove o acolhimento de pessoas que se afastaram da escola na idade regular.

O objetivo da EJA é ensinar desde o cidadão que nunca frequentou a escola até aquele que teve de interromper os estudos em algum momento. Os professores são orientados a resgatar a autoestima desses alunos e mostrar que nunca é tarde para buscar um futuro e trilhar os caminhos da educação. Qualquer pessoa acima de 15 anos pode se matricular e procurar o centro de ensino mais próximo da sua casa ou de seu trabalho. São oferecidas aulas de níveis Básico, Fundamental, Médio e Técnico.

Atualmente, no Distrito Federal, 110 escolas atendem a Educação de Jovens e Adultos. São oferecidas aulas no período matutino, vespertino e, em sua maior quantidade, no período noturno. O atendimento é semestral. A cada seis meses o aluno completa o equivalente a um ano de estudo no ensino regular. Além de ser uma formação em período mais curto, o estudante cursa apenas as matérias em que foi reprovado na última escola em que esteve.

Diretora da Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Educação, Lílian Sena conta que o trabalho de estímulo é intenso. “A gente tem um índice de abandono de 30% a 40%. É bem alto. Hoje, trabalhamos na implementação de políticas para mudarmos o trabalho pedagógico que é feito. Dessa forma os estudantes permanecem na escola”, conta. “Afinal, eles já abandonaram os estudos em algum momento e estão retornando. Por isso, temos que proporcionar o melhor atendimento para eles”, completa Lílian Sena.

Especialização
Estudar e se especializar são fatores determinantes para a ascensão desses alunos no mercado de trabalho. O estudante também tem a possibilidade de se qualificar profissionalmente. O GDF também investe em um curso de integração para que o estudante já saia qualificado profissionalmente ou como técnico. Duas escolas que oferecem a EJA serão integradas à educação profissional. O Centro de Ensino 02, no Cruzeiro, oferece o curso técnico de Serviços Públicos. E o Centro de Ensino Irmã Regina, em Brazlândia, oferece o curso técnico de Controle Ambiental.

E se mesmo diante da flexibilidade de horário, o aluno não conseguir retomar os estudos devido ao tempo ou à dificuldade de locomoção, a EJA oferece uma nova modalidade que é a educação a distância. Hoje, 2.400 alunos estudam por meio dessa opção. A finalidade da Secretaria de Educação é alcançar ainda mais interessados. A declaração de conclusão de ensino da EJA, é importante lembrar, tem o mesmo peso e validade do certificado entregue aos alunos de ensino regular.

Alunos
E não faltam elogios e gratidão por parte de alunos da EJA. Dalva de Almeida Coimbra, 63 anos, moradora de Águas Claras, sabia apenas escrever o próprio nome quando se matriculou no Centro de Ensino 02 de Taguatinga. Agora, já está pronta para cursar a quinta série do Ensino Fundamental. Um grande passo para quem não pensava em voltar a estudar. “Minha filha me incentivou a estudar e para mim foi uma terapia. A escola é muito boa. Eles nos incentivam muito”, agradece. “Convidei quatro amigas e elas virão, também. Eu indico para todos. Daqui a alguns anos quero concluir o Ensino Médio e fazer uma faculdade. Ainda não sei qual o curso, só sei que vou fazer”, afirma.

Débora Medeiros Souza Novaes, 19 anos, teve que abandonar os estudos por problemas de saúde, mas hoje, com a Educação de Jovens e Adultos, já está concluindo o Ensino Médio e vai prestar vestibular para enfermagem ainda este ano. “Na EJA, quando a pessoa é esforçada, ela consegue aprender tudo em poucos meses. A gente não tem que desistir. Minha família sempre me disse que o estudo é o meio que temos para ter uma vida melhor”, conta a estudante.

Dalva de Almeida Coimbra, aluna do Centro de Ensino 02 de Taguatinga. Foto: Lúcio Bernardo Jr/ Agência Brasília

Como participar
Os interessados em fazer a matrícula na Educação de Jovens e Adultos podem ligar para o telefone 156, entre os dias 19 e 29 de junho(período de pré- matrícula) Entre os dias 22 e 26 de julho, eles podem efetivar a matrícula na escola em que foram contemplados. A matrícula na EJA também pode ser feita diretamente nas escolas. Os interessados devem procurar a unidade escolar mais próxima de sua casa ou do seu trabalho com os seguintes documentos em mãos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. A matrícula pode ser feita em qualquer época do ano. Basta o estudante procurar a escola e realizar uma prova de classificação. O exame determinará o seu nível de escolaridade e, diante dos resultados, o estudante será matriculado na série mais adequada ao seu nível de conhecimento.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: