Mulher é presa suspeita de matar filha de 46 dias asfixiada com travesseiro em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Uma mulher, de 35 anos, foi presa como suspeita de matar a própria filha, de 46 dias. De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, ela asfixiou a bebê com um travesseiro. A sua informações são do site G1-DF.

O crime ocorreu na madrugada de terça-feira (3), em Ceilândia. A mãe acabou detida na quarta (4).

Nesta quinta (5), depois de passar pela audiência de custódia, a mulher – que tem outros dois filhos – foi colocada em liberdade provisória. De acordo com a determinação da Justiça, ela será monitorada por tornozeleira eletrônica. 

A Polícia Civil foi chamada pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), na manhã de terça-feira. Os agentes foram até a casa e encontraram a recém-nascida deitada sobre um colchão, no chão. 

Segundo os policiais, em um primeiro momento, a mãe contou que amamentou a criança e, em seguida, a colocou para dormir. A mulher afirmou ainda que também dormiu e, ao acordar, notou que a bebê não respirava e não respondia aos estímulos. 

No entanto, a polícia diz que uma testemunha denunciou que a mulher havia assassinado a filha. Ao ser interrogada novamente, conforme os investigadores, ela confessou o crime. 

“A autora, ao ser interrogada, modificou a sua versão e confessou haver ceifado a vida da própria filha ao sufocá-la com um travesseiro, alegando ainda que as gravidezes da vítima e de outra filha, de um ano de idade, foram indesejadas”, afirmou a polícia.

Fonte: G1-DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: