...
 

Covid-19: força-tarefa vistoria vacinação no Hospital Regional de Ceilândia

MP fiscaliza aplicação de vacinas após denúncias de que pessoas teriam “furado a fila” do grupo prioritário

Representantes da força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que acompanha as medidas de enfrentamento à pandemia vistoriaram, nesta quinta-feira, 28 de janeiro, o processo de vacinação contra a Covid-19 em profissionais de saúde do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). O secretário- executivo da força-tarefa, promotor de Justiça Bernardo Matos, e a promotora de Justiça Lívia Rabelo, da Promotoria de Justiça Regionais de Defesa dos Direitos Difusos (Proreg), coordenaram a inspeção. Matos relatou que os profissionais da atenção primária, secundária e terciária tem recebido a aplicação da vacina separadamente. Já na entrada do HRC foi colocada uma lista com os nomes e cargos dos trabalhadores.

Durante a inspeção, os representantes do Ministério Público obtiveram informações sobre os protocolos da vacinação no local e verificaram a publicidade da lista de vacinação e o total de aplicações do imunizante.De acordo com o secretário- executivo da FT, a expectativa é de que as próximas fases da vacinação ocorram de forma adequada e que o próximo grupo prioritário, que contempla pessoas com mais de 75 anos, possa receber o imunizante em breve. O promotor ressalta que a população deve ser comunicada de maneira efetiva sobre quem deve vacinar e em quais locais. O objetivo é evitar confusões e aglomerações.

Nesta segunda-feira, 25 de janeiro, integrantes da força-tarefa estiveram também no Hospital Regional do Gama para verificar a aplicação de vacinas de prevenção à Covid-19 no local, que foi escolhido a partir de relatos de desrespeito às diretrizes definidas no Plano Distrital de Vacinação. Mais de 900 profissionais da área de saúde já foram vacinados no local. A previsão é que cerca de 1200 trabalhadores ainda sejam imunizados no hospital.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo