...
 

Feminicídio: homem que matou a companheira e postou foto em rede social é condenado

Crime ocorreu no Sol Nascente, em agosto de 2020


Feminicídio: homem que matou a companheira e postou foto em rede social é condenado
Sônia Miranda Luz - Crédito: Reprodução.

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Ceilândia obteve, nesta sexta-feira, 27 de agosto, a condenação de Izídio Neto Simão dos Santos pelo feminicídio da companheira, Sônia Miranda Luz. A pena foi fixada em 12 anos, em regime inicial fechado. Ele não poderá recorrer em liberdade.

Além do feminicídio, os jurados também reconheceram como qualificadora o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, que foi atacada de maneira inesperada em sua residência. O Ministério Público estuda recorrer para o aumento da pena.



O crime ocorreu em 19 de agosto de 2020, no Sol Nascente. Os dois mantinham um relacionamento a distância e, em março de 2020, Izídio se mudou para o Distrito Federal para morar com a vítima. Naquela noite, após uma discussão, ele atacou a companheira com golpes de faca. Ela morreu na hora. O homem chegou a postar fotos do corpo em redes sociais.

2.027 visualizações0 comentário