...
 

Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete”


Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete”

O Tribunal do Júri de Ceilândia inocentou, nesta quinta-feira (29/11), I. L. A. P. por tentar matar, com uma facada na cabeça, R. M. C., enquanto a vítima lanchava com a namorada em um food truck no Setor O, em Ceilândia Norte. Durante o processo, o réu foi considerado semi-inimputável, pois possui quadro compatível com transtorno afetivo bipolar.

De acordo com relato sobre o caso, no dia 14 de dezembro de 2015, R. disse não saber por que motivo I. o atacou. Mas, em depoimento prestado na delegacia, o autor da facada disse ter sido chamado pelo apelido de “Boquete” na presença de conhecidos, em uma praça de Ceilândia.


O réu acredita que, pelo fato de ter feito confidências à vítima, R. quis denegrir sua imagem perante colegas da quadra.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O denunciado confessou a agressão e disse que avançou contra a vítima com o objetivo de esfaqueá-la no pescoço. Um instante antes do golpe, porém, a namorada de R. o alertou e ele conseguiu se desvencilhar. R. chegou a ser perseguido por I., mas conseguiu fugir e buscar socorro.

Com informações do TJDFT

#CeilândiaNorte #TribunaldoJúrideCeilândia

0 visualização0 comentário