...
 

Mulher é presa suspeita de matar filha de 46 dias asfixiada com travesseiro em Ceilândia

Uma mulher, de 35 anos, foi presa como suspeita de matar a própria filha, de 46 dias. De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, ela asfixiou a bebê com um travesseiro. A sua informações são do site G1-DF.

O crime ocorreu na madrugada de terça-feira (3), em Ceilândia. A mãe acabou detida na quarta (4).

Nesta quinta (5), depois de passar pela audiência de custódia, a mulher – que tem outros dois filhos – foi colocada em liberdade provisória. De acordo com a determinação da Justiça, ela será monitorada por tornozeleira eletrônica.

A Polícia Civil foi chamada pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), na manhã de terça-feira. Os agentes foram até a casa e encontraram a recém-nascida deitada sobre um colchão, no chão.

Segundo os policiais, em um primeiro momento, a mãe contou que amamentou a criança e, em seguida, a colocou para dormir. A mulher afirmou ainda que também dormiu e, ao acordar, notou que a bebê não respirava e não respondia aos estímulos.

No entanto, a polícia diz que uma testemunha denunciou que a mulher havia assassinado a filha. Ao ser interrogada novamente, conforme os investigadores, ela confessou o crime.

“A autora, ao ser interrogada, modificou a sua versão e confessou haver ceifado a vida da própria filha ao sufocá-la com um travesseiro, alegando ainda que as gravidezes da vítima e de outra filha, de um ano de idade, foram indesejadas”, afirmou a polícia.

Fonte: G1-DF

#HomicídioemCeilândia #PCDF

0 visualização0 comentário