Bebê precisa ser reanimado e família culpa demora em hospital de Ceilândia

Bebê precisa ser reanimado e família culpa demora em hospital de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

De acordo com o Metrópoles, a família da gestante Hilary Freitas Valentim, 17 anos, vive dias de apreensão desde que a jovem foi internada no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), no último sábado (25/05/2019), para realizar o parto do filho.

Segundo os familiares, a adolescente precisou esperar mais de 24 horas para que o procedimento fosse realizado, e a demora teria provocado complicações tanto no estado de saúde dela quanto do bebê, que nasceu sem sinais vitais e precisou ser reanimado pela equipe médica presente. Matéria completa do Metrópoles aqui.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: