Centro obstétrico do Hospital Regional de Ceilândia passará por manutenção emergencial

Centro obstétrico do Hospital Regional de Ceilândia passará por manutenção emergencial

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Por aproximadamente 15 dias, o centro obstétrico do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) passará por adequações na parte elétrica e na infraestrutura dos telhados. Devido às fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, houve infiltração nos dutos de fios elétricos, sendo necessário o desligamento da rede de energia no setor.

“Após visita ao hospital e reunião com os gestores da unidade, tivemos que tomar uma atitude emergencial ,a fim de resolver a situação”, explica a Secretária Adjunta, Lucilene Florêncio.

As intervenções já iniciaram nesta segunda (6) e incluem a troca de toda a fiação elétrica do centro obstétrico e a substituição dos quadros de energia, por equipamentos mais modernos. O prédio do HRC foi inaugurado em 1981 .

Transferência

Durante os reparos, as gestantes que procurarem atendimento no HRC serão acolhidas e direcionadas a outros hospitais da rede, de acordo com o quadro de saúde. As pacientes classificadas como alto risco serão transferidas para o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) e Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Já aquelas consideradas de baixo risco serão direcionadas ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e Hospital Regional de Samambaia (Hrsam).

Para que não haja maiores prejuízos às usuárias, a direção do HRC vai disponibilizar equipes de acolhimento e classificação de risco e também ambulâncias para o transporte.

O Hospital Regional de Ceilândia realiza, em média, 500 partos por mês, sendo a segunda maior maternidade da rede pública do DF, atrás apenas do Hospital Regional do Gama. A unidade atende a uma população de cerca de 600 mil habitantes.

* Com informações da Secretaria de Saúde

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: