Com força-tarefa, Hospital Regional de Ceilândia fez 185 cirurgias ortopédicas em janeiro

Os números são resultado da força-tarefa criada pela direção do hospital, em conjunto com a equipe de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Unidade é referência na Região de Saúde Oeste e deve seguir com mutirões ao longo do ano

Agência Brasília

O Hospital Regional de Ceilândia realizou, apenas no mês de janeiro, 185 cirurgias ortopédicas, 24% a mais que no mesmo período do ano passado, quando foram feitos 149 procedimentos. Tudo isso é resultado da força-tarefa criada pela direção do hospital, em conjunto com a equipe de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, com o objetivo de reduzir o tempo de espera por cirurgias de urgência e emergência na especialidade.

“Estamos mantendo as equipes 100% completas para evitar que haja gargalos na demanda dos procedimentos de urgência e emergência nesta especialidade. Por consequência, conseguimos reduzir o período de internação e manter a rotatividade da ala de ortopedia”, destaca a gerente de assistência cirúrgica do HRC, Thalita Ribeiro Epstein.

Escalas extras

O HRC faz cirurgias ortopédicas regularmente de domingo a domingo, nos períodos matutino e vespertino. A unidade tem fechado escalas extras para plantões noturnos, a fim de aumentar a capacidade produtiva na especialidade. Os mutirões acontecem desde o ano passado e devem continuar em 2021. “Apesar da pandemia de Covid-19, conseguimos organizar nosso fluxo de forma que os pacientes sejam beneficiados e tenham evoluções clínicas mais satisfatórias”, explica Thalita.

O Centro de Trauma do HRC absorve toda a demanda de Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Brazlândia, que integram a Região de Saúde Oeste, além de atender outras cidades do Entorno do Distrito Federal. Essa estrutura torna a unidade referência nesse tipo de atendimento para essas regiões.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Movimento “Kitneteiro Raiz” ganha força e se espalha pelo Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: