Comércio e escolas no DF vão continuar fechados até dia 13

Metade dos pacientes com coronavírus no DF se recuperou

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou ao Metrópoles, nesta terça-feira (31/03), que vai ampliar as medidas preventivas para combater o novo coronavírus no Distrito Federal até o dia 13 de abril. O prazo inicial para o fim da quarentena para o comércio e escolas iria vencer no próximo 5.

No DF, assim como no resto do país, os números do coronavírus não param de crescer. Os dados mais recentes, divulgados pelo GDF na noite dessa segunda-feira (30/03), apontam que já são 312 casos e duas mortes provocadas pela doença.

O morador do Núcleo Bandeirante Maurílio José de Almeida, 77 anos, é a mais recente morte registrada no DF por coronavírus. Ele estava internado na UTI do Hospital Brasília, no Lago Sul, desde 27 de março, e morreu no domingo (29/03). Teve teste confirmado para a Covid-19 nessa segunda-feira. O paciente, ainda de acordo com a pasta, apresentava comorbidades que agravaram o quadro de saúde. O idoso tinha neoplasia, cardiopatia e doença pulmonar obstrutiva crônica.

No fim de semana, o GDF confirmou a primeira morte por coronavírus no DF. Trata-se de uma paciente de 61 anos, que estava internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e faleceu na unidade de saúde no dia 23 de março. A confirmação de que a moradora de Brasília tinha a Covid-19 veio nesse domingo, com o resultado da contraprova, realizado pela Fiocruz, no Rio de Janeiro. A enfermeira Viviane Rocha de Luiz também tinha comorbidades.

*Com informações do Metrópoles

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Prouni: estudantes precisam comprovar informações até sexta (12)

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: