Covid-19: Mais de 2 mil pessoas já foram vacinadas no DF

Glória Neri foi a primeira entre os 121 idosos do Lar dos Velhinhos a receber a dose da vacina | Fotos: Breno Esaki/Agência Saúde

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Dados englobam imunização dos profissionais de saúde, cidadãos de mais de 60 anos que vivem em unidades de acolhimento e seus cuidadores

Agência Brasília

No primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal, foram imunizadas 2.063 pessoas que compõem a primeira fase da campanha. O grupo abrange profissionais de saúde que trabalham na linha de frente de combate ao coronavírus, idosos a partir de 60 anos que vivem em unidades de acolhimento e seus cuidadores, bem como indígenas.

A aplicação da primeira dose da vacina CoronaVac ocorreu em 12 hospitais e, de forma volante, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia e em duas unidades de acolhimento para idosos.

Os dados são parciais e foram apurados até às 19h desta terça-feira (19). Algumas unidades começaram a vacinar no período da tarde ou continuaram a vacinação após às 19h.

Veja, abaixo, os números por Região de Saúde.

Região de Saúde Central: asas Sul e Norte, lagos Sul e Norte, vilas Planalto e Telebrasília, Varjão, Cruzeiro, Noroeste, Sudoeste/Octogonal.

  • Locais de vacinação: Hospital Regional da Asa Norte, equipes volantes em unidades de acolhimento e hospitais Materno Infantil e Apoio.
  • Número de vacinados: 200.

Região de Saúde Centro-Sul: Guará, Estrutural, SIA, SCIA, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Park Way, Riacho Fundo I, Riacho Fundo II.

  • Locais de vacinação: Hospital Regional do Guará e equipes volantes em unidades de acolhimento.
  • Número de vacinados: 452.

Região de Saúde Norte: Planaltina, Sobradinho, Sobradinho II e Fercal.

  • Locais de vacinação: Hospitais regionais de Planaltina e Sobradinho.
  • Número de vacinados: 375.

Região de Saúde Oeste: Brazlândia, Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol.

  • Locais de vacinação: Hospitais regionais de Brazlândia e Ceilândia e UPA de Ceilândia (vacinação volante feita por equipe da Secretaria de Saúde).
  • Número de vacinados: 474.
LEIA TAMBÉM -   Projeto de lei prevê a criação de Centros de Reabilitação para curados da Covid-19 no DF

Região de Saúde Sudoeste: Samambaia, Taguatinga, Recanto das Emas, Vicente Pires, Águas Claras e Arniqueira.

  • Local de vacinação: Hospital Regional de Samambaia.
  • Número de vacinados: 173.

 Região de Saúde Sul: Gama e Santa Maria.

  • Locais de vacinação: Hospital Regional do Gama e Hospital Regional de Santa Maria (Iges-DF).
  • Número de vacinados: 301.

Região de Saúde Leste: Paranoá, Itapoã, São Sebastião e Jardim Botânico.

  • Local de vacinação: Hospital da Região Leste.
  • Número de vacinados: 88.

Todos os 15 hospitais que aplicam a vacina na primeira fase já receberam as doses da Rede de Frio. A logística de distribuição se dá de acordo com o número de unidades de cada região, sendo, por isso, realizada conforme a realidade local e o quantitativo de doses entregues.

Ao todo, o Distrito Federal recebeu 106.160 doses de vacina que irão imunizar 53.080 pessoas em duas doses administradas no intervalo de 14 a 28 dias. A Secretaria de Saúde reforça a recomendação de que a população não procure as unidades de vacinação, porque neste momento será imunizado somente o público-alvo da primeira fase.

Lares de idosos

Nesta terça-feira (19), também começou a imunização nas instituições de longa permanência. Na Casa do Vovô, na 603 Norte, foram vacinados 34 idosos e todos os profissionais de saúde e cuidadores que trabalham na instituição.

A cuidadora de idosos da instituição, Maria Princesa da Costa, 60 anos, diz sentir-se honrada de tomar a vacina no primeiro dia, pois ela utiliza o transporte coletivo e já faz parte do grupo de risco. “Essa vacina é uma esperança de dias melhores, uma vitória para nós que estamos na linha de frente desta pandemia”, comemora.

Para o engenheiro Antônio Eduardo Reis, 69 anos, é um privilégio estar no primeiro grupo prioritário da vacinação. “Tendo em vista o pequeno número de doses recebidas no Distrito Federal, estar incluso no primeiro dia é algo muito positivo, pois essa vacina é algo que prolonga a vida do idoso e nos dá mais tranquilidade”, afirma.

LEIA TAMBÉM -   Vacinação no DF é ampliada para todos os trabalhadores da Saúde

Com informações da Secretaria de Saúde (SES)

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: