Hospital de campanha começa a ser construído em Ceilândia

Serviços começaram nesta segunda-feira no terreno que fica ao lado da UPA – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Depois da pandemia, unidade se tornará Hospital Materno Infantil da região

Ceilândia terá uma nova unidade de atendimento hospitalar. A ordem de serviço para iniciar as obras foi assinada, nesta segunda-feira (13), pelo governador Ibaneis Rocha e pelo secretário de Saúde, Francisco Araújo. A futura estrutura começou a ser erguida na QNN 27 e vai comportar 60 leitos, sendo 20 de suporte respiratório e 40 de enfermaria.

Durante a solenidade da assinatura, que ocorreu na inauguração do hospital modular anexo ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), o governador explicou que a futura unidade será usada como um hospital de campanha para receber pacientes acometidos pela Covid-19. Depois que passar a pandemia, o local se tornará o futuro Hospital Materno Infantil de Ceilândia.

Licitada pela Secretaria de Saúde, as obras foram orçadas em R$ 10,4 milhões. Uma área de aproximadamente 22.900 metros quadrados foi reservada próxima a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia para construir a unidade hospitalar. Devido a urgência do coronavírus, todas obras para o enfrentamento à Covid-19 têm prazo de execução mais rápido. Por isso, a previsão de entrega da nova estrutura é de 30 a 60 dias.

*Com informações da Agência Saúde

LEIA TAMBÉM -   Ibaneis avalia decretar lockdown no DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: