Hospital modular, em Ceilândia, é entregue à população

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
A cidade mais populosa do DF vai ganhar também hospital de campanha, que quando a pandemia passar será unidade Materno-Infantil

Ceilândia ganhou um novo hospital nesta segunda-feira (13). A unidade modular, anexa ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), conta com 54 módulos hospitalares refrigerados com 73 leitos – sendo três com suporte de ventilação mecânica –, distribuídos em uma área de 1.015 m². Uma rampa faz a ligação entre essa unidade e o Hospital Regional da cidade, facilitando o atendimento à população.

O projeto começou a ser construído em 10 de junho e foi entregue após 33 dias. A unidade, que entra em funcionamento hoje (13), tem como objetivo atender à população da cidade infectada pelo novo coronavírus (Covid-19) e reduzir a incidência da doença na região administrativa, local com a maior quantidade de casos no DF.

Além do hospital modular, Ceilândia ganhará ainda um hospital de campanha – a ordem de serviço foi assinada durante entrega do Hospital Modular –, como reforço das ações do Governo do Distrito Federal (GDF) em prol da saúde.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

A unidade terá 60 leitos, sendo 20 com suporte respiratório e 40 de enfermaria em uma área de 2.115,72 m² na QNN 27, Área Especial, Lote D. Após a pandemia, ela será transformada em uma unidade materno-infantil.

Também em andamento está a construção da nova UPA da região administrativa, na Expansão do Setor O – QNO 21, AE D. Ela será uma das sete novas unidades no DF, administradas pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). As outras estão sendo construídas em Brazlândia, Paranoá, Gama, Ceilândia, Riacho Fundo II, Planaltina e Vicente Pires.

LEIA TAMBÉM -   Ciclovia que liga Ceilândia à Samambaia está pronta

Vale lembrar que Ceilândia já dispõe de uma UPA, localizada na QNN 27, Área Especial D. Esta foi reformada no ano passado e está em pleno funcionamento.

*Com informações da Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: