Hospital Regional de Ceilândia comemora o Dia Mundial da Prematuridade

Hospital Regional de Ceilândia comemora o Dia Mundial da Prematuridade

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Familiares, voluntários e profissionais do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) celebraram o Dia Mundial da Prematuridade, comemorado globalmente em 17 de novembro. Sob forte emoção dos presentes, a direção do hospital organizou a entrega de ensaios fotográficos e brindes às mães em alusão à data.

“O dia da prematuridade é comemorado em todo o mundo. Então, o Grupo Interdisciplinar de Tutores do HRC promoveu o ensaio e a exposição para fortalecer a ligação afetiva da mãe com o bebê. Desta forma, visamos minimizar os impactos das emoções e sentimentos relacionados à internação dos prematuros”, destaca a psicóloga da Unidade Neonatal, Denise Percilio.

Esta é a quarta edição do projeto fotográfico. Neste ano, o tema foi O mundo encantado da Uneo. As atividades realizadas pelo hospital, em sintonia com o Novembro Roxo – mês internacional de sensibilização para a prematuridade – tiveram o envolvimento de profissionais, voluntários e familiares dos recém-nascidos. 

Nesta segunda-feira (18), além de oferecer um café da manhã para as famílias dos 16 bebês que continuam internados, a equipe fez a entrega das fotos para as mães, tendo a revelação custeada por todos os profissionais da UTI Neonatal.  As mães também foram presenteadas com brindes doados pelos voluntários.

Iniciativa
A primeira ação alusiva ao Novembro Roxo teve início com a confecção das fantasias para as fotos. As roupinhas foram produzidas pelas próprias mães. Elas tiveram a ajuda dos integrantes do Grupo de Terapia Ocupacional e Psicologia, que objetivam fortalecer o vínculo entre mãe e filho.

Nos dias 30 e 31 de outubro, fotógrafos voluntários realizaram o ensaio. A exposição das fotos produzidas foi inaugurada em 11 de novembro e preencheu de emoção e cores os corredores da UTI Neonatal, com acesso livre às famílias e aos profissionais da unidade.

A iniciativa tem a finalidade de administrar o estresse e oferecer mais aconchego às mães dos prematuros, que aguardam pela alta dos bebês.

“É maravilhoso. A ação é perfeita e a equipe é muito carinhosa. Como mãe, posso garantir que esta é uma experiência única. Vou guardar para sempre”, destaca a mãe do pequeno Alef, Solange Brandão.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: