Iges-DF Contrata 495 novos profissionais de saúde

Contratados 495 novos profissionais de saúde para o Iges-DF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nesta quinta-feira (13), o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) realizou uma cerimônia de integração para mais 495 profissionais contratados. O evento foi realizado na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).  Com essa nova remessa de médicos, enfermeiros e técnicos, o IGESDF totaliza 601 novos trabalhadores que concentrarão esforços para atender a população do Distrito Federal nas seis Unidade de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e Hospital de Base (HB).

“Vocês estão entrando no maior desafio do Distrito Federal, que é a melhoria da saúde pública. Hoje, estamos em fase de recuperação de um sistema que foi destruído por uma gestão irresponsável. Esse reforço de profissionais é graças à determinação em promover mudanças do nosso governo e da Câmara Legislativa. Essa Casa teve coragem de implantar esse modelo que foi criticado, mas hoje é aplaudido”, enalteceu o vice-governador, Paco Britto.

O presidente da CLDF, Rafael Prudente, ressaltou que essa contratação que chegará a 2,4 mil profissionais significa remar contra a maré do desemprego no Brasil. “Agarrem essa oportunidade. Nós, deputados, temos como função não só votar, mas principalmente fiscalizar e colaborar com o governo para que a população tenha um atendimento de saúde melhor”, ressaltou.

Ao lembrar que a votação do projeto de lei para ampliar a atuação do IGESDF ocorreu no mesmo auditório da cerimônia, o presidente da CLDF anunciou, ainda, que os deputados vão encaminhar, ainda este ano, mais recursos para o instituto desempenhar as atividades.

“Ontem, nós, da mesa diretora, tomamos uma decisão importante. Havia um processo de compra da gestão passada, de cinco veículos para a Câmara. Cancelamos esse processo, que seria em torno de R$ 450 mil, e fizemos uma emenda que já foi protocolada no projeto de crédito orçamentário para que esse valor seja destinado à compra de remédios para o IGESDF”, afirmou, ao ser aplaudido pelo público.

Segundo ele, até a próxima semana, a Mesa Diretora com os deputados, por intermédio de alguns programas de redução de custos da Casa, também fará, de forma inédita, neste semestre a descentralização de alguns recursos de sobras orçamentárias. “Será um novo aporte de alguns milhões para o instituto comprar equipamentos importantes para atender a população”, completou Prudente.

LEIA TAMBÉM -   Força-tarefa da Saúde reorganiza fluxo de atendimentos em Ceilândia

O diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo, que agradeceu inúmeras vezes pela condução na CLDF para aprovação da ampliação do Iges-DF,  em janeiro deste ano, e também pelo apoio em geral que o governo tem recebido na pasta da Saúde da bancada de deputados e destacou que o instituto trabalha incessantemente. Para ele, essa contratação representa uma terceira fase de ações que já vêm sendo desencadeadas desde o início do ano.

“Todos que moram aqui sabem da dificuldade de melhorar a saúde pública.  Encontramos a Saúde em péssimas condições e   não é possível mudar do dia para noite. Mas, o instituto,  além de reformar as seis UPAs e reabrir o sétimo andar no Hospital de Base, agora está contratando pessoas para cuidar da população. Quanto maior o desafio,  maior é a nossa vontade de trabalhar para gerar impacto na vida da população”, disse Araújo, ao lado da vice-presidente do IGESDF, Janaína Miranda.

Apesar de não ser da base do governo, a deputada Arlete Sampaio que foi servidora da Secretaria de Saúde, considerou que o IGESDF é muito importante para elevar a qualidade dos serviços públicos.

“Essa contratação é importante. O povo está precisando urgentemente de vocês, profissionais de saúde. Espero que tenham o compromisso social de tratar bem e cuidar bem da nossa população. Sou uma deputada da oposição, mas reconheço que essa ação é necessária, nesse momento, e é fundamental. Eu aplaudo essa contratação. Penso que a saúde vai ganhar com todos vocês” concluiu.

O deputado João Hermeto lembrou que o primeiro momento que vivenciou como parlamentar foi votar a favor da ampliação do modelo do Instituto Hospital de Base, que se transformou em IGESDF.  “Eu nunca tinha votado e não me arrependo. Temos R$8 bilhões anuais e 35 mil servidores e as pessoas estão morrendo.  Tem algo de errado.  Nos temos que mudar, dar um choque de gestão e o instituto fará a diferença na saúde do DF”, disse.

LEIA TAMBÉM -   Paralisação relâmpago de ônibus complica vida de passageiros em Ceilândia

“Estamos muito confiantes no IGESDF.  A cada momento que ocorre melhorias e contratações, sabemos que essas unidades terão muito mais condições de atender a população com mais profissionais,  contratos de manutenção e abastecimento”, complementou o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

“É importante frisar que a Secretaria de Saúde do DF e o IGESDF são uma força unida para resgatar a dignidade das pessoas que buscam a saúde pública. Encontramos uma saúde devastada e não estamos medindo esforços para melhorar a saúde pública”, concluiu a secretária adjunta de Assistência da Secretária de Saúde, Renata Rainha.

Crachás funcionais foram entregues de forma simbólica na solenidade, que também contou com as presenças da Renata Rainha, da deputada, Jaqueline silva, do diretor de Atenção Hospitalar, Júlio César, do secretário de Relações Institucionais, Vitor Paulo.

CONTRATAÇÕES – Dos 495 novos profissionais, 241 são técnicos de enfermagem, 213 são enfermeiros de urgência e emergência e seis assistentes sociais. Entre os médicos, há 19 plantonistas, oito pediatras, quatro intensivistas, dois neonatologistas, um anestesiologista e um otorrino.

Informações do IGESDF

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: