Por falta de macas, Upa de Ceilândia atende pacientes em cadeiras e no chão, diz G1

Por falta de macas, Upa de Ceilândia atende pacientes em cadeiras e no chão, diz G1

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Na Unidade de Pronto Atendimento (Upa) de Ceilândia, no Distrito Federal, pacientes recebem medicação em cadeiras porque não tem macas para deitar. Os acompanhantes ficam em em pé. As informações são do site G1-DF.

O responsável pela UPA confirmou ao jornal DF1 que a unidade está super lotada. Mas, segundo ele, as imagens de pessoas deitadas no chão ou recebendo soro em cadeiras foram feitas na quarta-feira (11).

Nesta quinta (12), a Secretaria de Saúde não autorizou a entrada da equipe na unidade. Mas o gestor da Upa disse que “a situação está sendo resolvida e a compra do mobiliário está em fase avançada”.

Segundo o G1, na manhã desta quinta-feira (12), a balconista Rosângela dos Santos, que esperava por atendimento disse à TV Globo que fazem 10 dias que ela sente dores de cabeça e no estômago. Mas a classificação na triagem “deu amarela”, ou seja, pouca gravidade. A prioridade é para pacientes com classificação laranja e vermelha. Matéria completa do G1-DF aqui.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: