1º Campeonato Feminino de Brasília movimentou Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Hérika Tavares

GERDAN WESLEY
Ceilândia sediou o primeiro campeonato feminino de skate de Brasília, Skateboarding Girl. Além de um bom número de garotas que praticam skate, o evento reuniu também grupos de dança e abriu espaço para as primeiras apresentações de skatistas amadoras. A ideia era incentivar a valorização  das mulheres que praticam o esporte e incentivar o time feminino a participar mais do skateboarding, principalmente do street (skate de rua).

Antes, elas apenas acompanhavam os namorados e amigos assistindo e torcendo por eles nas exibições e manobras. Agora as meninas participam, são o centro das atenções e, em Brasília, o número de adeptas ao esporte só tem aumentado. O grande ponto é ter coragem e confiança e esperar a presença dos meninos que , dessa vez,  vão  assistir e torçer.
Rayane Soares, organizadora do campeonato, diz que ficou surpresa com a aceitação do evento, até mesmo pelas próprias garotas. “Disseram que as garotas não viriam, que não haveria público suficiente. Foi tudo uma surpresa, as garotas mostraram garra e coragem”, diz.
A idade com certeza não era um requisito intimidador, nem mesmo para as crianças. No meio de adultos e adolescentes, era possível ver também a criançada com pouco mais de 5 anos em cima do skate.
A participação dos meninos veio com uma pitada de humor. Na volta específica do time masculino, os participantes usaram adereços femininos, para lembrar o objetivo do campeonato.“É preciso participar e tem espaço para todo mundo. Acho até que da parte dos meninos, há mesmo é um grande carinho em ver as meninas empolgadas com o skate”, opina Enoque Borges, dono de uma loja especializada no esporte.
Jornal Alô

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: