Agência da Caixa de Ceilândia sofre nova tentativa de assalto

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

16012014-assalto-agencia-Cef-Cei-FotosGuina-028

Região administrativa mais populosa do Distrito Federal, Ceilândia sofre com a falta de segurança há décadas. Prova mais recente desta triste realidade é a nova tentativa de assalto na agência da Caixa do centro da cidade ocorrida na madrugada desta quinta-feira (16). Além da unidade bancária, uma loja de eletrodoméstico e um supermercado, que ficam próximos ao local, também foram atacados por bandidos. Dirigentes do Sindicato dos Bancários de Brasília comparecem ao local para prestar assistência aos trabalhadores e acompanhar de perto o trabalho dos policiais.


Segundo a Polícia Federal, a agência teve ocorrência de tentativa de assalto e outros incidentes em todos os meses de janeiro a novembro de 2013.


Três homens arrombaram a primeira porta para entrar no espaço de autoatendimento da agência. Logo depois, foram vistos pelo vigilante quando quebraram um dos vidros de outra porta para entrar na unidade bancária. O vigia disparou um tiro para dispersar os assaltantes, que acabaram fugindo local.


“A situação na região da Ceilândia é de muita insegurança, tanto que outros locais também sofreram ação de bandidos no mesmo horário da tentativa de assalto. O local precisa de mais policiamento para inibir a ação de criminosos que ocorre com frequência”, destaca o diretor do Sindicato Adilson de Sousa, que também é empregado da Caixa. 


Como a Caixa é uma instituição pública, a Polícia Federal está investigando a ação e fez a perícia no local na manhã desta quinta-feira. A agência só foi aberta ao público depois que foi colocada uma porta de madeira provisória no local, enquanto a instituição providencia uma nova porta de vidro. Nesta sexta-feira (17), a agência funcionará normalmente.


CEDOC---16012014-Tentativa-de-assalto-na-Caixa-Ceilândia-Thaís-Rohrer-3

Sindicato cobra mais segurança em Ceilândia 


O histórico de tentativas de assalto na agência mostra que os bandidos nunca agiram durante o dia. Apesar de os bancários nunca estarem presentes durante os assaltos, o Sindicato alerta para a necessidade de mais policiamento na região para prevenir que a ação de bandidos também atente contra a vida dos empregados da Caixa, bem como de clientes e usuários.


Para inibir a ação dos bandidos, a Caixa colocou vigilância noturna na agência desde outubro do ano passado. Em 2014, a empresa se comprometeu em implementar outras medidas de segurança com a instalação de vidros blindados e fechamento do autoatendimento das 22h às 6h.


“O Sindicato percebe que a Caixa tomou atitudes para trazer mais segurança no local, mas o problema é uma questão de segurança pública. Por isso, é necessário que o governo reforce o policiamento nas redondezas para que os bandidos não voltem a agir”, afirma o secretário de Formação Sindical, Antonio Abdan, que também é empregado da Caixa.


O Sindicato vai reivindicar o aumento do policiamento na região junto à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal. Os dirigentes sindicais também exigem que as obras da 15ª Delegacia de Polícia, que fica próxima à agência, sejam concluídas o mais breve possível.


Thaís Rohrer
Do Seeb Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: