Agnelo diz que não permitirá ocupações como as da Estrutural e BR-070

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Do correio Web.

O governador Agnelo Queiroz (PT) afirmou ontem que não irá admitir
invasões como as que ocorreram nos últimos dias em dois pontos distintos
do Distrito Federal. Na Estrutural, um grupo de pessoas ocupou
irregularmente 316 casas populares do Programa Brasília Sustentável. O
governo promete entrar hoje com uma ação na Justiça para reintegração de
posse a fim de recuperar os imóveis. Já na BR-070, rodovia que liga
Brasília a Águas Lindas (GO), mais uma centena de barracos foram
montadas, no fim de semana, perto de Ceilândia.

Na manhã da
última segunda-feira, o GDF retirou 100 pessoas da BR-070, mas algumas
voltaram para o local ontem.

Agnelo avisa que quem insistir em
pressionar o governo por meio de invasões será punido com a exclusão da
lista da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab).
“Isso, na verdade, é uma provocação para que volte o velho esquema das
invasões criminosas. Não vamos permitir. Essa é a política atual, que
rompe com a anterior, dos mais espertos, da indústria da invasão, da
grilagem, da manipulação das pessoas humildes para obter algum tipo de
benefício”, criticou.

Acampamento do movimento MTST, levantado no último sábado (16/7). 
Os manifestantes continuam acampados na área próxima à pista da BR-070, 
próximo ao Setor O, em Ceilândia.  (Ed Alves/Esp. CB/D.A Press)
Acampamento do movimento MTST, levantado no
último sábado (16/7). Os manifestantes continuam acampados na área
próxima à pista da BR-070, próximo ao Setor O, em Ceilândia.

Após
a retirada dos ocupantes irregulares da Estrutural, as casas devem
finalmente ser entregues aos devidos proprietários. As residências, que
foram alvos de vandalismo antes mesmo da sua conclusão, devem ser
reformadas depois que as famílias ocuparem legalmente as moradias. A
lista com os beneficiados será divulgada amanhã.

O GDF promete
ainda viabilizar o financiamento de 100 mil casas e apartamentos
populares até 2014 por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, em
substituição à antiga distribuição de lotes. Dessa forma, mesmo os que
já estão cadastrados na lista da Codhab, devem atualizar os dados até o
próximo dia 12. Os que estiverem na lista de espera há mais tempo terão
prioridade para receber o financiamento.

Na BR-070, os invasores
prometem resistir. “Vamos continuar. Nós achamos que essa é a única
forma de protestar por uma casa”, ressaltou Edson Francisco Silva,
coordenador do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) e um dos
líderes do movimento.

Qualificação
O
governador Agnelo Queiroz, o subsecretário de Trabalho do DF,
Washington Luiz, e o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, se
reuniram no fim da tarde de ontem para acertar detalhes da parceria
firmada para a realização do programa Quallificopa. A iniciativa
pretende preparar profissionais para trabalhar na prestação de serviços
na Copa do Mundo de 2014.

O ministério se comprometeu a
contribuir com R$ 8 milhões para o programa. O governo espera formar 2
mil trabalhadores para os setores hoteleiro, turístico e gastronômico
até o fim deste ano. “Isso serve para a Cidade na Copa e também aumenta a
chance de inserir muita gente no mercado de trabalho e melhorar os
serviços dos atuais trabalhadores”, avaliou Agnelo. A meta é realizar as
inscrições para o programa na primeira quinzena de agosto e iniciar os
cursos já no fim do mesmo mês

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: