Agnelo e base vão emparedar a oposição ao devassar gestões anteriores do GDF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
A frente governista não vai ficar sentada de braços cruzados esperando que o governo de Agnelo Queiroz seja bombardeado por dossiês da oposição. No Executivo e no Legislativo, a base aliada sinaliza a realização de diversos pentes-finos nas contas e ações das gestões anteriores do Distrito Federal.
Oficialmente, não se fala em perseguição ou retaliação política. O discurso é de rigor técnico com a gestão da máquina pública. Mas, na prática, cientistas políticos consideram que os resultados dessas investigações poderão render munição de alto calibre contra a oposição, que por anos esteve à frente do GDF.
Ontem, a recém-nascida Secretaria da Transparência deu o primeiro passo desse pente fino. Publicou no Diário Oficial do DF a realização de uma auditoria na Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários do Banco de Brasília (BRB/DTVM). Segundo o secretário Carlos Higino, esta seria a primeira de muitas auditorias.
As próximas apurações da Pasta deverão ter dois focos: Saúde e contratos envolvendo Tecnologia da Informação. As investigações da Saúde serão feitas em função do caos instalado na setor, ao longo dos últimos anos. Por outro lado, as auditorias nos contratos com as empresas da informática têm motivação no suposto envolvimento delas em escândalos, que vieram à tona com a Operação Caixa de Pandora.
Do Jornal de Brasília.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: