Alunos, pais e professores fazem caminhada pelo fim da violência nas escolas de Ceilândia.