Ao menos, arrependimento não dói.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Se arrependimento doesse,  o secretário Paulo Roriz estaria ruivando pelas ruas de Santa Maria. Não só falou o que falou — críticas ao estádio, à saúde, à política habitacional — como sabia que havia fortes chances de que tudo chegasse aos ouvidos do governador Agnelo Queiroz. Mais, tudo indica até que sabia da gravação do que dizia. Só não esperava que, por maravilhas do Youtube, essas críticas alcançassem a repercussão que tiveram. Restou ao secretário apenas uma carta, apostar na clemência do Buriti. Deve-se convir, clemência não é exatamente algo corriqueiro em política. 
Teoria conspiratório

Mesmo assim, desenvolveu-se nos círculos próximos a Paulo Roriz uma teoria conspiratória sobre a filmagem e sua divulgação. A origem, é fato, prende-se a Valparaíso de Goiás, única prefeitura importante da Região Metropolitana que é controlada pelo PT. Integrantes da equipe da prefeita Lucimar Nascimento, senão ela própria, teriam plantado o vídeo com o objetivo explícito de expelir Roriz da Secretaria do Entorno. A intenção seria emplacar no cargo o petista Arquicelso Bites, que já teve duas passagens pelo cargo e continua por lá.
Cota do PP
Aí, vai dar briga. Paulo Roriz está na cota do PP, partido a que se filiou recentemente, e que conta apenas com essa secretaria. Não tem outro cargo de peso no Governo do Distrito Federal. Paulo Roriz reconhece que, mesmo no rito de passagem de Benedito Domingos para Paulo Octávio, existe acordo para que o PP se integre à base de apoio de Agnelo. Lá ficará, firme e forte. Mas com cargos.
Hora de turbinar
Em tempo: todos os partidos que passaram pela Secretaria do Entorno desde 2011 reclamam da falta de estrutura. Em especial da falta de cargos. O PR fez de tudo para trocar de pasta. Agora, porém, existe a expectativa de uma promessa antiga, a de turbinar a secretaria. A proximidade das eleições ajudaria nisso. O PP não abrirá mão de jeito nenhum. 

Informou Eduardo Brito / Jornal de Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: