APAED em Ceilândia recebe melhorias.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Imagem inline 1

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais e Deficientes de Ceilândia e Taguatinga recebeu recentemente diversas melhorias em sua estrutura. A maior das conquistas foi a construção da Cobertura da Piscina que a entidade e os pais dos matriculados sempre reivindicaram.
 
As obras do Governo do Distrito Federal e Administração de Ceilândia foram realizadas através de emenda parlamentar destinada pelo deputado distrital Chico Vigilante, que sempre tem acompanhado e lutado pelo desenvolvimento da cidade.
A Associação hoje atende 214 pessoas com necessidades especiais na QNM 29, Módulo “D”, Área Especial – Ceilândia Sul.
 
As obras que iniciaram em janeiro deste ano, foram finalizadas no final de Abril, e irão levar mais conforto e qualidade de vida aos associados.
 
Segundo o Administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, está foi uma das prioridades para o início deste ano, assim como diversas outras questões que estão sendo tradas em diversos setores da cidade. “Valorizar as pessoas com necessidades especiais é valorizar a vida, não é apenas um compromisso nosso, mas é a nossa obrigação” diz Ari de Almeida.
 
A finalidade estatutária da APAED é prestar serviços gratuitos e permanentes ás pessoas com necessidades especiais de 0 a 70 anos, usuários da assistência social, a partir da avaliação realizada pela instituição, de forma planejada e sistemática, não se restringindo apenas a distribuição de bens, benefícios e a encaminhamentos, visando uma melhor compreensão do seu desenvolvimento, bem como uma maior integração lar- entidade- família.
 
Os recursos econômicos para a realização das atividades são provenientes da Secretária de Estado de Desenvolvimento Social e de Transferência de Renda – SEDEST e Secretária de Estado e Educação – SEE, auxílios e doações de pessoas físicas e/ou jurídicas.
 
A Associação fundada em 1982 conquistou o atual lote de 5.000 metros quadrados por intermédio de uma grande campanha realizada em toda comunidade de Ceilândia.
 
Hoje, além da escola clínica, a instituição mantém uma Casa-Lar para 4 pessoas com deficiência, privados da convivência familiar situada à QNL 22 Conj. B casa 37 – Taguatinga.
 
Alguns dos atuais alunos da APAED encontram-se na instituição recebendo atendimento desde bebês. Outros foram integrados a rede regular de ensino, para darem continuidade a sua escolarização.

 
A instituição conta com o funcionamento de quatro oficinas, sendo elas: Corte e Costura, Panificação, Reciclagem de Papel e Incloarte – Bijuterias e pinturas em panos de prato.
 
A implantação das oficinas veio complementar a proposta de integração social dos alunos da APAED, resgatando sua cidadania por meio do trabalho.
 
A formação profissional na APAED visa não só a qualificação, mas também a conscientização do aprendiz da realidade do mercado de trabalho competitivo, dos entraves, dificuldades e desigualdades enfrentadas por pessoas com deficiência ao concorrerem a vagas no mercado formal e informal. Por isso, procura-se trabalhar com o aprendiz as possibilidades e alternativas de geração de renda.
Por Rodrigo Almeida (ASCOM RA IX)

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: