Área rural de Ceilândia recebe novas viaturas policiais

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp


Em solenidade realizada nesta quarta-feira (1º), na Praça do Buriti, a Polícia Militar do Distrito Federal recebeu o reforço de 80 novas viaturas que realizarão o policiamento ostensivo em áreas específicas do DF. Desse total, 60 unidades serão destacadas para a zona rural, e outras 20, para as atividades ambientais.
Os novos veículos, que entrarão em ação imediatamente, estão equipados com tração nas quatro rodas, GPS e outros mecanismos que permitem executar operações em zonas afastadas e em terrenos irregulares.

“O Distrito Federal faz um trabalho de vanguarda ao implementar um policiamento rural e ambiental mais extensivo. Esse serviço, certamente, vai garantir a tranquilidade esperada pelo produtor rural para que possa desempenhar suas atividades com a máxima segurança possível”, enfatizou o chefe da Casa Militar do DF, coronel Rogério da Silva Leão.
Além do coronel Leão, estiveram presentes à solenidade o secretário de Agricultura, Lúcio Valadão, e o comandante-geral da PMDF, coronel Anderson Moura.
Na opinião de Lúcio Valadão, é fundamental a parceria entre a secretaria e a polícia. “Nós realizamos um constante contato com as comunidades rurais em busca de informações que possam ser repassadas às autoridades militares, no que diz respeito à solução de casos, segurança de terras, produtores e moradores, e sobre possíveis delitos nessas áreas”, explicou o secretário de Agricultura.


Com um efetivo de 190 homens, a PMDF possui três grupamentos rurais que cobrem as regiões de Ceilândia, Taguatinga, Brazlândia e Planaltina, e realizam a segurança de mais de 100 mil pessoas.
Apenas nesses quatro últimos anos, a corporação já recebeu cerca de 1,3 mil viaturas e 4 mil novos soldados aprovados em concurso público. “É um contingente que chega para assegurar a cobertura de 100% de todo o DF. Quem mais ganha com esses quantitativos é a população, com uma segurança mais bem equipada e preparada, com suporte material e humano bem suprido em qualidade e quantidade”, resumiu o comandante-geral Anderson Moura.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: