Arruda vira réu em caso de tentativa de suborno a blogueiro do DF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal recebeu uma nova ação criminal contra o ex-governador José Roberto Arruda na última sexta-feira (11): ele é acusado de oferecer dinheiro em troca de falso testemunho, em uma suposta tentativa de suborno ao jornalista Edson Sombra em um café do Sudoeste. Para os promotores do Grupo de Combate ao Crime Organizado, Arruda também deve ser condenado por falsidade ideológica.

Em fevereiro de 2010, o Superior Tribunal de Justiça decretou a prisão do ex-governador por causa do processo que apura o crime. Também são réus na mesma ação o ex-deputado Geraldo Naves, Welington Moraes, Antônio Bento e Haroaldo Brasil.
Todos trabalhavam no governo Arruda e são suspeitos de envolvimento no episódio. O suposto suborno seria para desqualificar os vídeos de Durval Barbosa, em que o então chefe do Executivo aparece recebendo dinheiro.
Procurados pela reportagem da TV Globo, os advogados de defesa de Arruda e do ex-parlamentar Geraldo Naves disseram que não foram notificados e que por isso não podiam comentar o caso. Já Wellington Moraes, Antônio Bento e Haroaldo Brasil não foram localizados.
A denúncia do Ministério Público foi recebida pela 7ª Vara Criminal do TJDF, que publicou a ação nesta segunda.
G1

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: