Bom de mesa

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

E, segundo fonte da coluna, coube ao super secretário, chefe da Casa Civil, Swedenberger do Nascimento Barbosa, o Berger, por fim (mesmo que provisoriamente) à greve dos professores que durou 52 dias. Como já havia adiantado a coluna na semana passada, os professores queriam que Berger fizesse parte das negociações com a categoria e, pelo visto, conseguiram. Tanto que o acordo se firmou ontem. Vale lembrar que foi também Berger quem entrou de sola nas negociações com os policiais militares quando estavam em Operação Tartaruga, colocando fim ao movimento. Um grande acerto do governador Agnelo Queiroz de ter trazido Berger para o GDF, afinal, com um homem de competência e confiança assim, sobra tempo para pensar em outras melhorias para a nossa cidade e até viajar para um descanso merecido.



Coluna Ons e Offs

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: