Borracheiros são presos por receptação de pneus roubados em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Dois borracheiros foram presos na tarde desta quarta-feira (10) em Ceilândia. Eles são acusados de receber e revender pneus roubados na região. Nas duas borracharias, foram apreendidos mais de 100 rodas e pneus.

A operação, denominada Rodas do Crime, foi realizada pela Seção de Investigação de Crimes de Maior Potencial Ofensivo (SIC-Maior) da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O). Há cerca de duas semanas, um rapaz foi preso por roubar a roda de um carro, na região próxima à delegacia. Aliado a uma denúncia anônima, o caso levou à investigação.

Segundo o delegado Marcelo Zago, os receptadores compravam o material roubado por 10 reais, e revendiam por um preço cinco a oito vezes maior. “São pequenos assaltantes, que roubam pra comprar droga. O elo forte do esquema são os revendedores”, conta.

A borracharia de Francisco Paulino da Silva, 68 anos, fica na QNM 9, Conjunto H, em Ceilândia Sul. Já a de João Cícero, 58, fica na QNO 11, Conjunto B, no Setor O. Ambos responderão pelo crime de receptação culposa e devem ser liberados ainda na noite desta quarta (9) após assinarem um termo circunstanciado.


O material apreendido está nas dependências da 24ª DP, e as vítimas do roubo de rodas e pneus podem tentar recuperar os bens roubados. Comprovações do dano, como testemunhas ou boletins de ocorrência podem ajudar na liberação. “Se houver uma marca, ou mesmo impressões digitais na roda, a perícia pode identificar e devolver o bem”, afirma Zago.

Outras duas pessoas estão sendo investigadas pela SIC-Maior e podem ser indiciadas por crimes mais graves, como receptação dolosa ou qualificada.



http://www.correiobraziliense.com.br

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: