Braço direito de Fernandinho Beira-Mar é preso em Goiânia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Polícia Civil de Minas Gerais faz operação sigilosa e consegue prender um dos maiores traficantes do Estado, apontado como líder do Comando Vermelho
Edilson Pelikano
Roni Peixoto, 41 anos, foi preso no Residencial Porto Seguro, em Goiânia pela Polícia Civil de Minas Gerais
Marcos Nunes Carreiro Jornal Opção.
Na madrugada desta quinta-feira, 4, foi preso em Goiânia um dos maiores traficantes do estado de Minas Gerais. Roni Peixoto de Souza, conhecido como Gordão, é apontado como o braço direito do traficante Fernandinho Beira-Mar e estava em uma casa com forte sistema de segurança no Residencial Porto Seguro. Segundo informações, ele estava em Goiânia há quase cinco meses.


A prisão foi realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PC-MG). Roni estava na lista do Programa Procura-se e de acordo com o chefe da PC de Minas, Cylton Brandão da Matta, sua prisão é resultado do trabalho de investigação, persistência e dedicação dos policiais civis mineiros. “A prisão dele era um compromisso com a segurança pública”, enfatizou. O superintendente de Investigações e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, veio a Goiânia para acompanhar os detalhes da transferência do traficante.

Roni atuava na região metropolitana de Belo Horizonte, mas agia principalmente no aglomerado da Pedreira Prado Lopes, na capital. Roni era procurado por homicídio, posse e porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e tráfico de drogas, além de ser considerado o líder do Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro que tem ramificações em Minas Gerais.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: