CANDANGÃO 2015 – Brasiliense escorrega e apenas empata com Ceilandense

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Em jogo com maior número de gols na rodada de abertura do Candangão 2015, Brasiliense e Ceilandense empataram por 3 x 3 no estádio Serejão neste domingo (25) com os portões fechados para os torcedores. O Jacaré cumpre punição de duas partidas pela invasão de campo na semifinal da Copa Verde no ano passado. Naquele jogo o time de Taguatinga foi eliminado da competição.

Susto amarelo

Jogando bem na defesa no início do confronte e mostrando boa transição da zaga para o ataque, o time do Ceilandense abriu 2 x 0 em dois contra-ataques rápidos. No primeiro, em jogada pela direita, o meia Gago enfiou a bola para o atacante Hugo Rangel partir em velocidade e afundar a rede do goleiro Welder, aos nove minutos.


O segundo gol veio aos 23 minutos. O centroavante Batata disputou com os dois zagueiros do Brasiliense e ganhou para marcar 2 x 0, após cruzamento de Oberdam.

Ainda na etapa inicial o Jacaré diminuiu com Luiz Carlos, de pênalti. No finalzinho, o meia Leandro Chaves empatou depois que Matheuzinho fez bela jogada.

Porém, no segundo período, o Ceilandense veio disposto a não deixar o time comandado por Jonhes Santos vencer o confronto. Quando o jogo se encaminhava para o empate em 2 x 2, o Ceilandense voltou a ficar na frente , e com um golaço de Gago. O meia driblou três adversários e tocou na saída de Welder, 3 x 2 para o Dragão.

Mas, como nos primeiros 45 minutos do jogo, o Brasiliense voltou a igualar o marcador no último instante do jogo. Após bate-rebate, o volante Ederson acertou uma bicicleta perfeita para fechar o marcador na Boca do Jacaré, 3 x 3.

Candango 2015
Estádio Serejão – Domingo, 25/1/2015 – 16h
Árbitro: Rafael Diniz
A1: José Sabino
A2: Leila Cruz
4º árbitro: Vivaldo Guedes
Brasiliense: Welder, Ângelo, Neto Gaúcho, Felipe, Felipe Assis, Douglas (Kelvin), Ederson, Gilmar (Claudecir), Leandro Chaves (Allan Dellon), Matheuzinho e Luiz Carlos
Técnico: Jonhes Santos
Gols: Luiz Carlos – 35’ /1T (pênalti), Leandro Chaves – 45’/1T e Ederson – 46’/2T
Cartões Amarelos: Ângelo e Felipe
Ceilandense: Abraão, Katiomar, David, Mauro, Oberdam, Augusto, Bigu (Alex), Gago, Rodrigo (Mateus), Batata e Hugo Rangel (Lucas)
Técnico: Sílvio de Jesus
Gols: Hugo Rangel – 9’/1T, Batata 23’/1T e Gago – 37’/2T
Cartões amarelos: Abraão, Mauro, Oberdam e Rodrigo

Por Haland Guilarde do Esporte Candango
Claudio Reis / BrasilienseFC.com.b

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: