Brasiliense pode mandar jogo contra o Itaporã-MS no Abadião, em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Brasiliense pode mudar de casa na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Com mais de 14 anos mandando suas partidas no Estádio Serejão, conhecido como Boca do Jacaré, em Taguatinga, o time candango estuda mandar realizar alguns jogos no Abadião, em Ceilândia. O novo estádio já está bem cotado para receber o próximo compromisso do time na competição, contra o Itaporã-MS, no dia 10 de agosto.


Um dos principais motivos para o clube estar estudando a mudança de estádio é a qualidade do gramado do Serejão, que deve receber uma manutenção nos próximos dias.
– Com certeza ele é ruim (o gramado do Serejão). Não está no nível do nosso futebol – afirmou o treinador Marcos Soares após a vitória do último domingo, sobre o Estrela do Norte-ES.
Pouco usado desde o fim do Campeonato Brasiliense, em maio, o gramado do Abadião está em melhores condições que o da Boca do Jacaré. Além disso, o estádio de Ceilândia também tem um campo com dimensões menores, o que poderia beneficiar o time candango.
Outro fator que tem influenciado a diretoria do Brasiliense é o tamanho do estádio de Ceilândia. Como o time não tem conseguido atrair grandes públicos para os jogos da Série D – foram apenas 470 pagantes na partida contra o Estrela -, o Abadião, bem menor que o Serejão, poderia ser um palco mais adequado.

O primeiro teste do Brasiliense no novo estádio já será feito neste sábado, quando o Jacaré, de folga na rodada da Série D, disputa amistoso contra o Luziânia. Caso o Abadião agrade à comissão técnica e aos jogadores, provavelmente o clube pedirá à CBF a mudança do local do jogo contra o Itaporã do Serejão para o estádio de Ceilândia.
Fonte e imagens Globo Esporte

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: