Cachorro de Ceilândia não é o mesmo perdido em voo

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Fotos trocadas nas redes sociais levaram Jenyfer Rodrigues a acreditar que um cachorro encontrado na Quadra 14 do P Sul, em Ceilândia, fosse Lion, seu cachorro perdido em uma conexão da TAM que passou por Brasília há uma semana. Jenyfer e o marido decidiram vir a Brasília para confirmar a identidade do cão, mas  novas fotos postadas na internet indicam que o cachorro não é o mesmo. 

Maria Rodrigues de Araújo, 67 anos, encontrou um dachshund na quinta-feira na porta de casa. A filha ficou apaixonada pelo cachorro e quis colocá-lo para dentro, mas Maria não deixou. No dia seguinte de manhã, a senhora deu de cara com o cãozinho mais uma vez. “Ele ficava seguindo as pessoas que estavam indo trabalhar, sem rumo. Ele estava perdido. Coloquei ele para dentro por pena e ele não saiu mais”, confessou Maria.
Vários nomes
A família chamou o cãozinho de todos os nomes que podia: “Bidu, Hique, Kiko, Marrom, Chocolate, cada um chamava de um nome, mas ele não atendia”, explicou Maria.
No sábado, Priscila Rodrigues, neta de Maria, foi conhecer o cachorro e tirou fotos para colocar no Facebook, na tentativa de achar o dono do bicho. “Outra pessoa me mostrou a reportagem do cãozinho de um casal que sumiu depois de um voo da TAM e achei parecido. Entrei em contato com ela, mostrei fotos e vídeos e ela confirmou que era o Lion porque tinha um machucado na orelha direita e seis dedos na pata traseira igual ao dele”, explicou Priscila. 
Mas depois de observar melhor, Jenyfer acredita que o cachorro que se encontra em Ceilândia não é o seu. Lion é bem mais claro, menor e tem uma manchinha branca no peito. Se não for o Lion, eles pensam em adotá-lo. 

Júlia Carneiro

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: