“Camaleoa” da Ceilândia é presa.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Foi presa na quarta-feira (2/2) em Ceilândia, a mulher suspeita de ser uma das mais perigosas chefes de quadrilha que atuava no Distrito Federal. Thamires Virgínia Santos Cardoso, 20 anos, é acusada de receptação, roubo, formação de quadrilha, porte ilegal de arma e quando tinha menos de 18 anos, por tentativa de homicídio.

Thamires foi detida por volta de meia noite, ela é suspeita de pelo menos nove assaltos no P Sul, a cerca de 26 quilômetros do Plano Piloto. De acordo com o delegado chefe da 23ª Delegacia de Polícia, Yuri Fernandes, a garota era conhecida por diversos nomes, devido às práticas criminosas, entre eles, Camaleoa, por mudar constantemente a cor do cabelo. O delegado conta que investigava a garota há dois meses e para prendê-la levou um mês. 

Outro codinome que Thamires recebia era de miss do crime, por ser considerada bonita. Também era chamada por balada, por causa da vida social ativa. Ela divulgava em uma rede social fotos com a quadrilha, em festas, segurando notas de dinheiro e até com uma metralhadora e outras armas ao fundo. A garota levava um padrão de vida de classe média.




Informações do Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: