Candidato à reeleição, Agnelo Queiroz visita o Sol Nascente e promete obras de infraestrutura

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Três famílias residentes no Trecho 1 do Sol Nascente, em Ceilândia, receberam a visita, na manhã desta terça-feira (30), do atual governador, Agnelo Queiroz. O candidato à reeleição pela Coligação Respeito por Brasília foi conferir o andamento das obras de infraestrutura na Quadra 100, um dos lugares para onde foram transferidos moradores de áreas de risco. No local, o governador anunciou as obras de infraestrutura, já foram iniciadas, e a regularização do Trecho 3 no próximo mês.
A quadra visitada hoje abriga 100 residências, construídas com recursos do PAC e entregues sem necessidade de qualquer pagamento por parte dos moradores. Outras 109 famílias foram beneficiadas com moradias na quadra 500 do Sol Nascente.



“Essas pessoas moravam ao lado de uma erosão gigantesca, correndo risco de morte. Então, trouxemos eles para cá. Vou mostrar como vai ficar esse local, que os adversários chamavam de grande favela, depois da obra de infraestrutura que estou fazendo, no valor de R$ 400 milhões. Os serviços incluem asfalto, meios-fios, drenagem pluvial, luz com relógios individualizados e água. Essa é uma mudança radical na qualidade de vida da população do Sol Nascente. Já regularizei os trechos 1 e 2 e, no próximo mês, será a vez do 3”, informou o candidato.

A chegada dos equipamentos públicos para atender a esses 90 mil moradores também foi destacada por Agnelo. “Aqui [no Sol Nascente] terá creche, escola e restaurante comunitário que já comecei a construir. Esses setores não tinham nenhum desses equipamentos e agora podem contar com toda essa infraestrutura que estamos trazendo para cá. Já entreguei 28 creches, tem 30 sendo feitas, que serão entregues até o final do ano, e estou fazendo uma licitação simultânea de 54 unidades, totalizando 112”.


Em relação à saúde, Agnelo informou que já existe uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ao lado da Feira do Produtor de Ceilândia, e outra está construindo no Setor de Indústrias da QNR. “Esses locais foram escolhidos estrategicamente por estarem próximos do Sol Nascente. Ver a felicidade dessas famílias é um grande estímulo para continuarmos nessa luta”.


A primeira casa visitada por Agnelo foi a da auxiliar de cozinha Líria Alves Leal, de 33 anos. Com seu filho Caleb, de um ano e dois meses, no colo, ela se emocionou com a presença do governador em seu lar. “Quando morava no outro setor, tinha vergonha de levar pessoas lá. Porque era sujo, pura lama e não tinha infraestrutura nenhuma. Agora, trago minha família do Maranhão com muito prazer e orgulho”. Segundo ela, para a vida ficar completa, só falta colocar seu filho na creche para poder trabalhar, sonho que foi garantido de imediato por Agnelo.


Coligação Respeito por Brasília




Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: