Carlos Jales, ex administrador de Taguatinga deixa a cadeia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Apesar de ganhar a liberdade, provas colhidas pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) devem complicar a situação do ex-gestor na Justiça.

O ex-administrador, foi exonerado do cargo no dia da operação. Escutas e imagens demonstram a relação entre ele e empresários que estariam sendo beneficiados pelo esquema de concessão irregular de alvarás de construção.
Carlos Alberto Jales é suspeito de receber propina para autorizar, com rapidez, a documentação de grandes empreendimentos erguidos em Taguatinga e em Águas Claras. 
Na manhã de quinta-feira, dia 7, os promotores de Justiça Criminal de Taguatinga, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, e da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco) da Polícia Civil do DF, deflagram a Operação Átrio que cumpriu decisão da 2ª Vara Criminal de Taguatinga.  
As investigações envolvem corrupção de agentes públicos, por violarem exigências urbanísticas e ambientais referentes a diversos empreendimentos imobiliários nas Regiões Administrativas de Taguatinga e Águas Claras.  O alvará de soltura de Carlos Jales foi expedido às 21:30 minutos de ontem. Informações fontes informaram ao blog, que o ex-administrador depois de solto, seguiu para sua residência. 

Fonte: Edson Sombra com informações do Correio Braziliense – 15/11/2013

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: