Carta do presidente da CEB ao GDF denuncia: “Seu governo recebeu a CEM verdadeiramente da maior escuridão”.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
O deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB, abriu o comunicado de líderes na tarde desta sexta-feira (24) com a leitura de uma carta da Companhia Energética de Brasília (CEB): “Eu tenho aqui comigo uma carta do presidente da CEB ao governador do DF Agnelo Queiroz, onde ele relata a situação em que a concessionária foi encontrada num total estado de sucateamento”, disse o deputado.

À medida que avançava na leitura do documento, Vigilante frisava trechos em que o presidente da Concessionária, Rubem Fonseca Filho, relata o caos encontrado na CEB, em termos financeiros e de infraestrutura. “É o que eu tenho dito e reafirmado sempre. Agora está aqui, documentado”, observou o deputado.

“Felizmente nós ganhamos as eleições, senão iríamos perder, com toda certeza, essa importante empresa prestadora de serviços à população do Distrito Federal”, afirmou Chico Vigilante.

Leia abaixo a carta na íntegra:

“Seu governo recebeu a Companhia Energética de Brasília – CEB verdadeiramente na maior escuridão.

Com sua ajuda direta, ao determinar que todos os órgãos do GDF, em janeiro deste ano, voltassem a pagar em dia as contas de consumo de energia, de manutenção e das obras de ampliação do sistema elétrico, algumas luzes começaram a se acender na empresa.

Gerir uma dívida de 800 milhões é muito difícil, demorado e arrastado . Mas com o seu total apoio, e em especial da Secretaria de Governo, ao nos acompanhar e apoiar junto às secretarias de Fazenda, Planejamento, Transparência e a Procuradoria Geral, no âmbito do DF, bem como nos fortalecendo na área federal – Eletrobrás, Ministério das Minas e Energia, BNDES e ANEEL, podemos afirmar que a CEB começa a recuperar sua energia para, com mais força atacar seus problemas acumulados por mais de uma década.
Com o objetivo de manter o nosso governo bem informado quanto às atividades desenvolvidas nesses sete meses, a diretoria da CEB vem informar a Vossa Excelência, em anexo, muitas medidas, ações, projetos e obras que já foram implementados ou estão em andamento por esta Companhia.

Todos os 30 itens do anexo são de extrema importância, mas destacamos:

1) A partir de janeiro/11 retomamos o recolhimento da taxa de iluminação pública, recolhendo, em média, R$10 milhões ao mês aos cofres do GDF.

2) Também em janeiro/11 voltamos a pagar o ICMS, que havia sido suspenso por três meses. Hoje recolhemos aos cofres do governo, em média, R$30 milhões ao mês.

3) Limpamos o nome da CEB, saímos do CADIN. Negociamos com a ANEEL o parcelamento de multas relativas a 17 milhões. Continuamos em negociação para transformar o restante das multas (40 milhões) em investimentos. Isto nos permitiu, no mês de julho, receber da Eletrobrás 19 milhões, e voltarmos a ter a capacidade de obter financiamentos para os investimentos necessários.

4) Tomamos medidas no processo licitatório e já obtivemos resultados mais do que favoráveis para a empresa. Compramos 64.000 medidores de energia, ao preço de 60% a menos do que a CEB pagou em 2009. Compramos 10.000 postinhos (através do qual se faz novas ligações residenciais) com 40% abaixo da última licitação. Acabamos de comprar 300 mil lâmpadas com 66% abaixo também da última licitação. Somente com estas três compras favoreceu a companhia em R$10.150.250,00. Estamos revisando todos os 145 contratos que estão em vigência na empresa.

5) Vamos receber, em meados de setembro, a primeira subestação móvel de Brasília (26mva). O que resultará na retomada mais rápida da energia quando houver algum desligamento.

6) Com anuência da ANEEL, vamos abrir no dia 16, as propostas para o processo licitatório do terreno da CEB (pirâmide), início da L2 Norte, cujos recursos serão aplicados na construção de novo prédio, na sede, para abrigar o Centro de Operação do Sistema Elétrico do DF, e o futuro Data Center.

7) Já assinamos contrato com a Terracap para a construção da subestação da Cidade Digital, no valor de 28 milhões, que dará tranqüilidade de fornecimento de energia ao Data Center do Banco do Brasil (em construção) e a todos os empreendimentos que ali vierem a se instalar, introduzindo Brasília na era da sociedade do conhecimento.

8) Assinamos contrato também com a Terracap para a construção da subestação do Estádio Nacional, no valor de 54 milhões. Esta obra servirá, não somente para possibilitar o atendimento ao Estádio, mas também trará substancial melhora para o Sistema, em toda a área central do Plano Piloto.

9) Contrato no valor de 115 milhões, para construção da subestação, redes subterrâneas e iluminação pública (em LED) da 1a etapa do Setor Noroeste, deverá acontecer nos próximos 15 dias. Já estamos negociando com a Terracap o fornecimento de gás natural canalizado para o Setor Noroeste, através da CEBGás.

10) Contratamos 70 Agentes CEB, que já estão em campo fazendo levantamentos para o início do Programa de Eficiência Energética, aonde a CEB contata a população pobre, orientando-a no combate ao desperdício de energia, bem como substituindo lâmpadas e geladeiras convencionais por eficientes.

11) Na área administrativa estamos finalizando o projeto básico para a aquisição, via licitação, de novo sistema de gestão corporativa de TI e o Ponto Eletrônico. Contratamos 198 novos empregados até agosto/2011 para as diversas áreas da CEB.

12) Apesar das dificuldades estamos investindo 56 milhões na construção de 78km de Linhas de Transmissão e 03 subestações de energia, obras fundamentais para melhoria do Sistema. Estão em fase de contratação mais 11 km de Linhas de Transmissão e 2 subestações, com investimento de mais de R$52 milhões. Em média tensão (15kv) estamos investindo R$30 milhões. Podemos afirmar, com certeza, que há muitos anos a CEB não realizava um volume de obras tão significativo.


COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA

SEDE: Setor de Indústria e Abastecimento, Área de Serviços Públicos, Lote C – SIA

CEP: 71215-902 – Brasília – DF – Fone: 3465-9247

CNPJn” 00.070.698/0001-11    Inscrição Estadual 07.300.027/001-11


13)0 projeto executivo da iluminação pública da Esplanada dos Ministérios até a Rodoferroviária estará pronto dentro de 25 dias. Vai ser um projeto revolucionário e com certeza impactará positiva e fortemente toda a população do Distrito Federal e do país. Tratativas estão em andamento com o Iphan e a implantação será iniciada imediatamente após a conclusão do projeto.

Enfim Senhor Governador, a Diretoria da CEB está sintonizada com o programa do seu governo, respondendo com competência, demonstrando que sabe fazer, bem, e sobretudo a baixo custo, pautado pelo seu maior compromisso que é o combate intransigente a corrupção.
 

 
Atenciosamente,

RUBEM FONSECA FILHO

Diretor-Presidente

Fonte: CLDF. 
 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: