Casa do Cantador em Ceilândia torna-se novo pontão de cultura

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Primeiro projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer fora do Plano Piloto, a
Casa do Cantador agora também será um Pontão de Cultura. Nesta segunda (19), a
Secretaria de Cultura, o Ministério da Cultura (MinC) e a Administração
Regional de Ceilândia deram início aos trabalhos para equipar o local e
planejar as atividades e mobilizações culturais que ocorrerão ali.

A escolha da Casa do Cantador para abrigar o Pontão foi estratégica.
Somente neste ano foram realizados ali mais de vinte eventos culturais voltados
para segmentos diversos, atraindo um público aproximado de dez mil pessoas de
várias localidades e tendo beneficiado diretamente cerca de duzentos artistas
do Distrito Federal e de outros estados. Foram contemplados eventos de música
(repente, forró, MPB, choro, rap, rock, reggae), saraus, teatro, literatura de
cordel, hip hop e oficinas. “Ceilândia é uma região com vocação para a
produção cultural e a Casa do Cantador é um pontão por excelência”,
reconhece a subsecretária de Cidadania e Diversidade Cultural, Jaqueline
Fernandes.

Antes situado no Espaço Cultural Renato Russo, agora fechado para
reforma, a transferência desse ponto do Plano Piloto para Ceilândia também é um
resultado positivo. “Isso fortalece um pensamento de descentralização de
recursos, ações e políticas”, justifica a subsecretária.

O Pontão de Cultura tem como objetivo mobilização, troca de experiência
e articulação com os pontos de cultura espalhados pela cidade – e que desde a
regulamentação da Lei Cultura Viva podem ser autodeclarados. A primeira ideia
na visita técnica da Secretaria de Cultura com a Secretaria de Diversidade
Cultural do MinC, representada pela secretária Ivana Bentes, é a de apresentar
o plano de trabalho para a implementação dos pontos de cultura e as ações que
serão desenvolvidas.

No ano que vem, a expectativa é de que já se comecem a realização de
oficinas a inauguração de um centro de referência em comunicação e um estúdio
de rádio e TV. Também serão feitos chamamentos públicos para a ocupação do
local por artistas. “Esta é uma das uma das ações mais bonitas e
expressivas da Secult neste ano. Estou certo de que as atividades do Pontão vão
reunir uma energia muito boa par espalhar cultura por Ceilândia e por todo o
DF”, frisou o secretário de Cultura, Guilherme Reis.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: