CEF 32, no Pôr do Sol, ganhará quadra coberta

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Cerca
de 800 alunos do Centro de Ensino Fundamental 32, na Entrequadra 500/700, no
Pôr do Sol, em Ceilândia, serão beneficiadas com a construção da cobertura da
quadra de esportes da instituição. 


A ordem
de serviço para colocação de teto, arquibancadas e criação da quadra de jogos
foi assinada, nesta sexta-feira (15), pelo governador Rodrigo Rollemberg. 
A obra
custará R$ 287.890,63, com recursos provenientes de emenda parlamentar
distrital. 

Os
recursos foram repassados diretamente à Administração Regional de Ceilândia e
não à Secretaria de Educação. A medida teve por objetivo dar maior celeridade
ao processo administrativo público. 

Além de
atender os estudantes da instituição, a quadra coberta funcionará como ponto de
encontro dos moradores, como defendeu o governador. “Ao transformarmos o espaço
de uma escola, estamos transformando vidas e criando um novo futuro para a
comunidade”, afirmou Rollemberg. 

Isso
porque a população do Pôr do Sol não tem, nas proximidades, espaço para fazer
reuniões e eventos, conforme lembrou a diretora da instituição, Adsara Lopes de
Oliveira. “Essa é uma cobrança de muito tempo. A escola é a única presença do
Estado na comunidade”, destacou. 

As
melhorias começam imediatamente e devem ser concluídas em até 120 dias. A
construtora MVB é a responsável pela obra.

A ordem
de serviço foi assinada pelo administrador regional de Ceilândia, Vilson de
Oliveira. O governador Rollemberg e a deputada distrital Luzia de Paula (PSB)
assinaram o documento como testemunhas. 

Durante a
solenidade, o grupo Arte Luanda, que atua na escola por meio de projeto
voluntário, fez a apresentação de uma roda de capoeira com os alunos. 

Mais
segurança para os comerciantes da Feira do Produtor

Após a
cerimônia no CEF 32, Rollemberg seguiu para a Feira do Produtor, também em
Ceilândia. Lá, feirantes expuseram ao governador e ao chefe do policiamento da
área a preocupação com a segurança, em razão do maior movimento do centro
comercial no fim do ano.

Assim,
para evitar o aumento da criminalidade, o governador determinou a
intensificação da presença da polícia no local até janeiro.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: