Ceilândia: Briga que pode sobrar para o Setor Sol Nascente?

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Troca de farpas ficou pública depois que tentativas de regularização fundiária promovidas pelo GDF começaram a ser barradas na Justiça

Os recentes questionamentos feitos pelo Ministério Público do DF sobre a política habitacional desenvolvida pelo GDF levaram a Secretaria de Habitação a acusar o MP de ter um comportamento “refratário” à regularização fundiária.

Na última quinta feira, a Sedhab chegou a distribuir nota na qual “lamenta que a intenção do GDF em regularizar não só a Vila Planalto, mas também outras localidades, não tenha sido entendida pelo MPDFT”. 


O secretário de Habitação, Geraldo Magela, reclama de ‘incompreensão’. “Estamos fazendo um esforço imenso para legalizar, para regularizar, que está sendo desconsiderado pelo MP”, afirmou Magela.

O Ministério Público, por sua vez, acusa o governo de tentar promover regularizações por pacote, sem seguir os trâmites legais que garantem o interesse da sociedade. “O governo não pode simplesmente se desfazer do patrimônio público de acordo com sua conveniência política”, afirma o promotor Antonio Suxberger, que assina as ações diretas de inconstitucionalidade contra as leis distritais de regularização.

No TJDF, o MP já conseguiu parar a licitação de venda direta de lotes para igrejas e também suspendeu a lei distrital que previa a doação de becos para militares. A investida mais recente é contra a lei de regularização da Vila Planalto, sancionada pelo governador Agnelo Queiroz na semana passada.

O secretário de Habitação promete continuar a disputa nos tribunais. “Serão assuntos que vão até o STF. A Corte já nos deu aval para a regularização do Jardim Botânico em lei que também havia sido questionada no plano local”, afirma Magela.

Por Érica Montenegro-Jornal de Brasília / Blog Sol Nascente Hoje

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: