Ceilândia intensifica combate à dengue.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Ceilândia intensifica combate à dengueFoto: Pedro Ventura

Equipes de saúde visitam residências e ensinam às famílias como prevenir a doença

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolherá, nesta quarta (30) e quinta-feira (31), o lixo retirado de residências em Ceilândia. A iniciativa faz parte da 14ª semana de combate à dengue na região administrativa, iniciada na segunda-feira (28). O mutirão desenvolve ações de sensibilização, prevenção e combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da enfermidade.
 

Nos dois primeiros dias da operação, agentes Comunitários de Saúde e de Vigilância Ambiental do GDF visitaram imóveis das QNO 3 e 20, onde distribuíram material com informações sobre como eliminar focos de lixo e entulho acumulados.

 

A Semana de Combate à Dengue na Ceilândia é promovida pelo Grupo Intersetorial de Planejamento de Ações e Combate à Dengue (Geiplan), composto por diversos órgãos do Governo do Distrito Federal, Administração Regional de Ceilândia, SLU, Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e Universidade de Brasília (UnB).

 

Histórico – Em 2012 foram notificados 38 casos de dengue na cidade. Técnicos em saúde estão em alerta devido à estação das chuvas, que pode favorecer o aumento dos casos da doença. É fundamental que cada morador faça a sua parte, siga as orientações dos agentes da Vigilância Ambiental e elimine qualquer foco da proliferação do mosquito.

 

Sintomas


Dengue Clássica

– Febre alta com início súbito

– Forte dor de cabeça
– Dor atrás dos olhos, que piora ao movimentá-los
– Perda do paladar e apetite
– Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores
– Náuseas e vômitos
– Tonturas
– Extremo cansaço
– Moleza e dor no corpo
– Muitas dores nos ossos e articulações

Dengue hemorrágica

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:
– Dores abdominais fortes e contínuas
– Vômitos persistentes
– Pele pálida, fria e úmida
– Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
– Manchas vermelhas na pele
– Sonolência, agitação e confusão mental
– Sede excessiva e boca seca
– Pulso rápido e fraco
– Dificuldade respiratória
– Perda de consciência
 

É importante procurar orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas, pois as manifestações iniciais podem ser confundidas com outras doenças, como febre amarela, malária ou leptospirose, e não servem para indicar o grau de gravidade.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: