Ceilândia se torna palco de rock nacional até agosto

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
A Casa do Cantador vai virar point do bom e velho rock’n’roll. O local,
conhecido também como Palácio da Poesia, se prepara para receber o evento 
Rock Cei – Ocupação
da Casa do Cantador
. Bandas
de rock do Distrito Federal e convidados de outros estados vão incendiar o
palco montado neste polo de referência cultural da Ceilândia e de todo o DF com
shows mensais até agosto deste ano.

Para dar o ponta pé inicial, no dia 19 de maio, sábado, as bandas locais
Conexão Baú, Zumbido, Terno Elétrico, Barbarella B e Baratas de Chernobyl vão
tocar, a partir das 16h, gratuitamente  para o público.

Idealizado pelo grupo brasiliense Baratas de Chernobyl, o Rock Cei – Ocupação
da Casa do Cantador 
visa
valorizar a música autoral do Distrito Federal e os respectivos músicos locais.
A proposta pretende, ainda, promover uma interação da população com outros
estilos musicais. Palco de repentistas, de forró, do cordel e suas rimas, a
casa vai virar também ponto de encontro de rock. Com entrada livre para todos
se divertirem e levar também os familiares.

“Nossa ideia é mostrar que tem muito músico bom no Distrito Federal. E
levar o rock para a Casa do Cantador é levar um novo estilo, é uma forma de
enriquecer ainda mais este polo cultural”, destaca o baterista do grupo, Ney
Correa.

A banda Baratas de Chernobyl surgiu a partir da junção de músicos dos
grupos Nove Milímetros e Satélite Sonoro. A união aconteceu em agosto de 2014.
Os componentes possuem uma vasta experiência na área musical e buscam suas
influências em bandas da década de 80 como Joy Division, Echo and the Bunnymen,
The Cure, The Smiths, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Hojerizah, dentre
outros.

A proposta do grupo, que toca apenas músicas autorais e canta em
português, é oferecer ao público qualidade expressa no ritmo e nas letras que
falam do cotidiano das pessoas. Os arranjos musicais estabelecem uma sonoridade
dançante e envolvente. Baratas de Chernobyl se destaca, ainda, por ter
conquistado o 1º Festival de Música de Ceilândia para Brasília, realizado pela
empresa Telrex Eletrônica. A premiação foi a produção de dois videoclipes pela
produtora Kava Music.

No show, os integrantes Maurício Andrade (guitarra), Márcio Vilas Boas
(contrabaixo), Ney Correa (bateria) e Elvis Rutherford (vocal) vão tocar as 11
faixas do álbum autoral intitulado 
Baratas de Chernobyl.

Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador tem o patrocínio da Secretaria de
Cultura do Distrito Federal e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

Conheçam as bandas do Rock Cei 

Conexão Baú – Conexão Baú é um grupo com representantes em
Taguatinga, Riacho Fundo e Ceilândia. Em sua essência, eles exploram ritmos
como hip hop, funk, soul, hard core, ragga e ska. A mistura deu certo e o
resultado é um rock alternativo, envenenado, poético e com letras com alto teor
critico que abordam o cotidiano dentro e fora das fronteiras. Integrantes:
Carlos Gustavo Barbosa de Sousa (vocalista), Ismael Duarte de Carvalho e Silva
(vocalista), Pedro Henrique de Almeida Frazão (baixista), Davi Félix da Silva
(guitarrista) e Lucas Mendes Coelho da Gama (baterista). Dentre as canções que
eles vão apresentar no show, 
Familia CnxMatéria
Prima
 e Tempos de Violência.

Barbarella B – Inicialmente um power trio, o agora quarteto
Barbarella B faz um rock alternativo dançante com influências do rock de
garagem do final dos anos 60 e da black music da década de 70. O grupo distorce
o samba-rock e injeta psicodelia e acidez em grooves pesados e riffs de
guitarra viajantes. Como característica, o quarteto apresenta refrões e letras
ritmadas. O resultado: a legítima mistura de rock de garagem e samba-rock em
canções autorais e urbanas. O nome da banda é inspirado na heroína sensual dos
quadrinhos que se aventurava em cenários de ficção cientifica psicodélicos nos
anos 60. A conhecida Barbarella. Integrantes: Marcos Ferreira (bateria e
vocal), Thomé de Souza (contrabaixo e vocal), Robson Gomes (guitarra e vocal) e
Sérgio Passos (guitarra e órgão).

Terno Elétrico – Desde seu surgimento em 1992, o Terno
Elétrico dedica-se às suas próprias composições. A banda resiste há mais de 20
anos no cenário underground da cidade. O som de raro toque inventivo é
embriagado do mais puro rock and roll. Riffs viscerais misturados à pitadas de
blues e poesia constroem o repertório autoral. A banda começou tocando por pura
diversão até se transformar aos poucos num referencial do gênero na cidade.
Atualmente, o grupo conta com os álbuns
 Doomsday II ( coletânea), Simbiose EP
Ligado EP
Terno Elétrico e se prepara para lançar Deixa o Som… Vai
nos levar
. A banda é
formada por João Frajola (voz), Célio de Moraes (contrabaixo), Jefferson Sena
(guitarra), Wendel Rocha (guitarra), Odair Vieira (teclados) e Neno Vieira
(bateria).

Zumbido – Formada em 2013 em Brazlândia/DF, a banda de
rock Zumbido conta com Theo , na guitarra, Otaviano Gontijo, na bateria, Severo
Oliveira, no contrabaixo, e Pedro Cavalcante, nos vocais/sintetizador. O grupo
também apresenta um repertório autoral, com peso, e letras que falam de fatos
do cotidiano e também passam por histórias inventadas. Como nas músicas A
Náusea, Caverna e Tudo que Restou.

O grupo possui dois clipes lançados – Espiral do Silêncio e Contra
Corrente 
– e um vídeo
live gravado em 360º, onde o usuário pode decidir onde olhar durante a
execução. Este último é referente à canção 
Utopia. Os vídeos receberam grande aceitação e o
resultado apareceu com a grande presença do público nos shows, além da
veiculação em mídias como PlayTV, Cult22, no Brasília Connection, sites Bota
Pra Tocar, Rock de Verdade, Novo Rock Nacional, dentre outros.

A banda marcou presença também em festivais como Rock na Ciclovia, Sarau
Psicodélico, Na Rota do Rock. Foi vencedora do concurso “Uma Banda da Cidade”,
realizado pela Promove, e premiada também no Festival Metal Reciclado,
promovido pela Virada do Cerrado. (Por Jornal de Brasília)

Serviço:
Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador
Data: 19 /05 (sábado)
Local: Casa do Cantador (Quadra 32 – Área Especial G – Ceilândia Sul)
Horário: 16h
Informações: 3378-5067
Entrada franca
Classificação livre

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: