Chefe de fiscalização tributária de Valparaíso é afastado por irregularidades.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Acolhendo pedido pedido liminar feito em ação civil pública proposta pela promotora Lorena Bittencourt de Toledo Lessa, o juiz Rodrigo Rodrigues Prudente determinou o imediato afastamento de Tevo Gomes Shimpo da função de superintendente de fiscalização tributária do município de Valparaíso de Goiás. A decisão também proíbe a prefeita Lêda Borges de Moura de aplicar penalidades disciplinares sem prévio processo legal, bem como de realizar remoções e transferências arbitrárias.

Conforme sustentado na ação do MP, a prefeita e o superintendente de Fiscalização Tributária orquestravam um esquema para impedir a fiscalização tributária e preservar contribuintes ligados à prefeitura de Valparaíso de Goiás. A promotora destaca que Tevo Gomes dificultava a execução dos trabalhos dos demais agentes de fiscalização da arrecadação tributária, com o propósito de não desagradar eventuais patrocinadores da pretensa campanha da prefeita à reeleição municipal.
Suspensão
Pela decisão, foram suspensos todos os atos administrativos que impediam os fiscais de terem acesso completo ao sistema de informática interno de arrecadação. Além disso, deverão ser restituídos também os valores relativos ao pagamento de gratificação funcional, instituída por Tevo e concedida aos servidores que aderissem ao esquema. Ao mesmo tempo, ele excluía o benefício àqueles que fiscalizavam os contribuintes que seriam financiadores da campanha à reeleição de Lêda. A multa diária em caso de descumprimento é de R$ 10 mil. (Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)
Fonte: MPGO

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: