CHICO VIGILANTE DIVULGA NOTA

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Nota do deputado
É com muita tristeza que faço esta nota, onde expresso a minha grande surpresa e angústia com a forma com a qual os meios de comunicação  vêm sendo usados  de maneira tão ilícita pelos pistoleiros da honra alheia, que se dizem jornalistas.
Em seu site Quid Novi o jornalista Mino Pedrosa publicou mais uma infâmia, onde dá conta que lá atrás, há 13 anos, supostos militantes do Partido dos Trabalhadores teriam agredido uma mulher a meu comando. Contudo, ele não explica na notícia falaciosa como essa agressão teria ocorrido. Se ele mesmo afirma que eu estava em cima de um carro de som e houve uma confusão na rua, entre militantes em plena campanha, como eu poderia ter agredido essa pessoa?
Isso não passa de vilania, da mais rasteira baixaria de quem não mama mais nas tetas do governo e se utiliza de expediente de tão baixo calão para tentar agredir a minha honra.
Está claro no texto do senhor Mino Pedrosa que ele mente. Chega a ser incoerente em sua narrativa. Ele diz que a suposta mulher teria me agredido no hospital. Se isso tivesse acontecido eu a teria processado imediatamente. Mas não ocorreu.
Ocorrências policiais qualquer pessoa pode registrar. Agora comprovar a veracidade da acusação, isso é o que o senhor Mino Pedrosa vai ter de fazer perante a Justiça para se justificar e explicar essas mentiras e ataques contra a minha honra.
Em eu sendo o mais ferrenho opositor do ex-governador Joaquim Roriz, porque não fui indiciado na época? não fui investigado na época? denunciado por ele? já que a suposta vítima de acusação seria uma militante do PMDB na ocasião em que o suposto fato teria acontecido? A minha melhor resposta ao jornalista Mino Pedrosa será na Justiça. Nas barras dos tribunais.
Deputado Chico Vigilante (PT)

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: