Chico Vigilante lamenta situação do setor Sol Nascente em Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O deputado Chico Vigilante (PT) citou o relatório Estado das Cidades da América Latina e do Caribe do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU – Habitat) que aponta o Brasil – mesmo com todo o avanço alcançado na distribuição de renda no governo Lula e continuado na gestão da presidente Dilma Rousseff -, como o mais desigual, atrás apenas da Guatemala, Honduras e Colômbia durante o comunicado de líderes, na sessão ordinária desta quarta-feira (22).  “Uma situação terrível”, lamentou.

O deputado que visitou o condomínio Sol Nascente nessa terça-feira, juntamente com o diretor de operações da Novacap, Erinaldo Pontes, observou que se um estudo como este fosse aplicado no Distrito Federal comprando as situações do Lago Sul e Norte, da Asa Sul e Norte com o Sol Nascente, o resultado seria pior ainda.  “Fico imaginando como autoridades de governos passados deixaram aquela situação chegar a este ponto”, lamentou Chico.  A falta de infraestrutura no local é quase total.  O Sol Nascente padece de toda sorte de necessidade, apesar dos esforços deste governo de regularizar a área, bem como outras como o Setor Habitacional Pôr do Sol, Arapoanga, Itapoã.
Vigilante foi ao condomínio, desta vez, visitar a Escola Classe 28 e a 66 no intuito de levar infraestrutura ao local. Foram muitas as demandas da comunidade escolar. Uma realidade chocante. Num debate sobre segurança pública que o deputado promoveu na região na última sexta-feira, um relato de uma mãe preocupada com os rumos da violência emocionou a todos os presentes. Entre outras informações impactantes, ela disse que os alunos mais velhos assaltam os próprios colegas menores para tomar lápis e caneta na saída da escola.
“Isso não sai da retina da gente. Isso é o reflexo da ausência do Estado. Eu falei com o comandante-geral da PM-DF, Suamy Santana, e propus uma ação efetiva, com vários órgãos do governo juntos, lá para dentro do Sol Nascente para mostrar que o Estado existe”. Chico se refere ao comando itinerante, que une Polícia Militar e Civil e está visitando algumas regiões do DF dentro do Plano de Ação pela Vida traçado pela Secretaria de Segurança Pública que está em curso há pouco mais de três meses. Por onde passou, em cidades como Ceilândia e Taguatinga, os índices da criminalidade baixaram.  

Regularização   

Segundo Chico Vigilante, já era tempo de o GDF ter avançado na regularização do Sol Nascente, se não fossem os órgãos ambientais que não demonstram pressa nenhuma. Mas ele afirmou também que o governador Agnelo Queiroz está empenhado em levar dignidade aos moradores. “É de se louvar a clareza e a determinação do governador Agnelo e Filippelli de colocar como meta a erradicação da pobreza no DF. Não é fácil fazer justiça social no Brasil porque são muitas as dificuldades enfrentadas”.   
A partir de segunda-feira (27), a escola Classe 28 estará em obras. No local começará a ser construído o asfaltamento e as calçadas em volta da instituição. Um carro pipa passará pó lá todos os dias para amenizar a poeira.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: