Chuva e falta de estrutura fazem um drama diário no Sol Nascente

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas no Distrito Federal não darão trégua nos próximos dias. A informação assusta moradores do Condomínio Sol Nascente, em Ceilândia Norte. O motivo da preocupação é a precariedade e a falta de infraestrutura enfrentadas pela população local. No condomínio sem regularização, serviços básicos, como coleta de lixo e tratamento de esgoto, são artigos de luxo. Sem contar que, com as chuvas, a água acumulada nas vielas de terra impede que os moradores transitem de um lado para o outro. 

Nos pontos mais críticos, o nível da água chega a cerca de 10 centímetros de profundidade, formando uma piscina de lama. Ver crianças brincando nas ruas do condomínio é raro, pois é preciso driblar as poças e os montes de lixos espalhados. De um lado, os moradores pedem melhorias, do outro, a administração garante que elas ocorrerão, mas de forma gradativa. 

“Nossas ruas estão alagadas desde as chuvas do fim do ano passado. Nunca secou. E com as chuvas de agora, o fedor e o lixo só aumentaram. Sem contar os animais mortos que são trazidos com a água”, reclamou Alcione Bernardo Morais, 26 anos. A dona de casa, que está grávida de seis meses do terceiro filho, contou ainda que, por muitas vezes, fica ilhada em casa, pois o lixo e a água acumulados na porta a impedem de sair. “Eu não tenho carro e é impossível atravessar as poças a pé. Meu filho muitas vezes não pode ir à escola porque não conseguimos andar. E, quando vou levá-lo, preciso levar dois calçados: um para andar na lama e um para chegar aos lugares”, lamentou. 

Há quase 10 anos no Condomínio Sol Nascente, Francinúbia Santos Oliveira, 34, lamenta a realidade vivida pelos moradores. “Eu gosto de morar aqui. Mas é muito sofrimento ver a nossa situação. Quando começam as chuvas, eu já preparo minhas malas e meus documentos, pois a água invade minha casa. Já precisei morar de aluguel por dois meses”, lembrou a dona de casa. Assim como Francinúbia e Alcione, tantas outras famílias do local têm muitas reclamações a fazer. 

Casas populares
Há pouco mais de 40 dias à frente da Administração de Ceilândia, Ari de Almeida reconhece os problemas enfrentados pelos moradores do Condomínio Sol Nascente. O administrador afirma que está trabalhando para o benefício das famílias. “Vamos retomar a ordem dessa cidade. Claro que não é possível fazer isso de forma rápida, mas, em trabalho conjunto com a população, vamos conseguir”, afirmou. Ele garantiu que não é possível saber quantas pessoas habitam o condomínio, pois, a cada dia, chegam novos moradores. Segundo ele, muitas famílias vivem em casas localizadas em nascentes de água e, devido ao perigo, em breve, serão remanejadas. “Vamos construir 297 casas populares pelo programa Minha Casa, Minha Vida, que servirão de moradia para as famílias que moram em locais de risco”, prometeu Ari. 

Promessas
Veja as respostas dos agentes do governo para os problemas no Sol Nascente 

Defesa Civil
“Só atuamos quando há acionamento dos bombeiros ou da população, mas isso nunca foi feito em relação ao Sol Nascente”, garantiu um agente. 

Sedhab
“A regularização do Sol Nascente é uma das prioridades da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedhab). O processo já está em andamento com elaboração do projeto urbanístico e licença ambiental”, afirmou, em nota. 

SLU 
“A coleta é feita de segunda a sábado nas vias principais do condomínio. Mas vamos fazer a fiscalização para saber se esse trabalho está sendo feito de forma correta”, informou um funcionário.



Correio Braziliense

1 Comment

  • Avatar
    Anônimo , 21 de fevereiro de 2011 @ 17:15

    Anônimo disse…Geraldo Magela Pereira;
    A 329/16/10/2000 trabalha na redação de um decreto para intensificar a repressão contra as invasões de terras públicas, dívidas internaS, externas e a pública DE 500 BILHÕES DE DÓLARES, MAIS 2 TRILIÃES DE REAIS na 329/16/10/2000, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. A intenção da Lei 329/16/10/2000 é publicar o decreto paralelamente ao lançamento do novo programa habitacional da 329/16/10/2000, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. A 329 estuda ainda a possibilidade de elaborar uma lista com os nomes dos invasores, devedores e, a partir delas, não permitir que essas pessoas participem de projetos sociais, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. Outra ideia para combater o problema é suspender a concessão de água e luz para as regiões ocupadas irregularmente, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. “ A 329 está trabalhando em duas frentes ao mesmo tempo, funções essas Verlândio trindade de Sousa, minto dos três poderes. A primeira é a questão do lançamento do programa habitacional, que vai atender toda ou grande parte dessa demanda por habitação na 329/16/10/2000, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. E a segunda, ainda em estudo, é a adoção de medidas para que a gente possa fazer a repressão dessas ocupações irregulares do solo, empréstimos”, disse o secretário da Ordem Pública e Social (Seops), Agrício da Silva, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. Hoje, a relação de invasores com a 329 mais parece brincadeira de gato e rato, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. A fiscalização retira as pessoas do local, mas elas retornam em pouco tempo ou iniciam uma nova ocupação em regiões mais isoladas, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. Jogo, aliás, que custa caro aos cofres públicos, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. Para se ter ideia, uma simples operação de retirada chega a custar R$ 40 mil, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes. Isso sem contar com o dano ambiental causado e o risco de vida que os invasores estão sujeitos, funções essas do Verlândio Trindade de Sousa, minto dos três poderes.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: