Com 15 anos de cultura na estrada banda faz show de rock em Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


As histórias e lendas do Distrito Federal,
transformadas em rock ao longo dos anos, foram parar nos cinemas de todo
o Brasil e em vários países. Mas o que muita gente
não
sabe é que, além destas histórias, existe bem mais. O Clube do Som traz
de volta a Domingueira Rock in Rool com a Banda Barbarella neste
domingo (10) às 19h, no Garagem Forte Cultural (QNM 39 – Conjunto D –
Ceilândia Norte). Completando 15 anos de estrada, eles agora estão de
volta com mais vigor para ressaltar a importância das cidades satélites
na projeção do rock brasiliense.


Quando em 1990, o guitarrista e
vocalista Robson Gomes fundava a primeira guitar-band do Distrito
Federal, Bloody Couds; ele inda não imaginava se juntar com Alessandro
Barros (bateria), Bob Vanderley (contrabaixo e vocal) e Sérgio Passos
(guitarra e órgão) para formar o Barbarella. Robson, que já fez parte do
Lupercais, cultuada banda da cena underground dos anos 90, deixou de
compor em inglês para fazer músicas que ilustram a noite, o dia, os
problemas e os prazeres nas noites suburbanas.

Com um rock
alternativo dançante, influenciados pelas bandas de garagem do final dos
anos 60 e da black music setentista, o Barbarella distorce o
samba-rock, injetando psicodelia e acidez em grooves pesados com
guitarras viajantes. Um Power Pop de primeira com refrões e letras
ritmadas.
Nas letras das músicas, fatos do cotidiano, do
folclore brasiliense e seus conflitos existenciais. Personagens
históricos e lendas urbanas que se tornam figuras arquetípicas de
conduta moral na formação de uma identidade tão questionada do DF. “A
chacina de trabalhadores em empreiteira na época da construção de
Brasília, o caso Mário Eugênio, a truculência da GEB, a origem das
cidades satélites e seu cotidiano são fatos assimilados pelo imaginário
popular, criando modelos de regras e dinâmicas sociais”, descreve Robson
Gomes.
Por Bruno Caetano/ACIC

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: